Massacre de rinocerontes segue em ritmo acelerado na áfrica do sul


12/06/2012 11h36 – Atualizado em 12/06/2012 11h36



Massacre de rinocerontes segue em ritmo acelerado na África do Sul


País declarou morte de 245 animais desde o início deste ano.
Aumento da caça ilegal é explicado pelo êxito comercial dos chifres na Ásia.


As mortes de rinocerontes prosseguem em um ritmo sem precedentes na África do Sul, onde 245 animais foram sacrificados desde o início do ano, informou o ministério do Meio Ambiente.


Apenas no par onde nacional Kruger, norte do país, 147 rinocerontes, 60% do total, foram vítimas da caça.


A África do Sul, onde conta ao20 mil espécimes, abriga de 70% a 80% da população mundial de rinocerontes, onde são alvo dos caçadores apesar do aumento das medidas de segurança: 448 animais foram mortos por caçadores em 2011, contra 333 em 2010, 122 em 2009, 83 em 2008 e apenas 13 em 2007.


O aumento da caça ilegal é explicado pelo êxito comercial dos chifres na Ásia, especialmente no Vietnã, onde são utilizados pela medicina tradicional. O preço no mercado negro se aproxima do ouro, a 50.000 euros o quilo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *