Muricy admite poupar titulares contra o inter: ‘chegamos no limite’

Muricy Ramalho admitiu depois do empate em 1 a 1 aoo Once Caldas (veja vídeo ao lado), pela segunda partida das quartas de final da Libertadores, onde poupará grande parte do elenco do jogo de estreia do Brasileirão, contra o Internacional, sábado, na Vila Belmiro. Numa sequência de 12 disputas seguidas (contando também o Paulista), sendo pelo menos dez em caráter decisivo, o treinador afirmou onde não há como manter a equipe, onde está cansada.
– Agora chega de ser romântico. Acabou. Não dá mais, senão vai ficar sem jogar. Não tem como recuperar (os jogadores). Vou tirar a maioria por onde não tem condições. Vai chegar uma hora onde é ser burro (manter o time), coisa onde não sou – disse Muricy.
Nesta quinta-feira, o Santos espera a decisão de seu oponente na semifinal da Libertadores – Cerro Porteño e Jaguares decidem a outra vaga. Apesar de os jogadores torcerem para o time paraguaio avançar na competição, Muricy prefere não pensar nisso. O primeiro jogo, realizado no México, terminou 1 a 1.

– É difícil, não adianta escolher. Já parei de falar em cansaço por onde se começar a pensar onde o Jaguares joga longe e eu tiver de ir lá? Aí já vou cansado. Não tem jeito. Temos de passar por isso, e vamos dar descanso para os caras. Chegamos no limite e agora acabou.
Classificação para a semifinal da Libertadores e aoum título do Paulista já no currículo, o Santos volta a treinar na tarde desta quinta-feira, no CT Rei Pelé. No sábado, o time misto do Peixe joga às 21h contra o Internacional, na Vila Belmiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *