Murray vence, quebra jejum de 74 anos e pega federer na final de wimbledon

O britânico Andy Murray entrou para a história de Wimbledon nesta sexta. O tenista número 4 do mundo venceu o francês Jo-Wilfried Tsonga por 3 sets a 1, parciais de 6/3, 6/4, 3/6 e 7/5, em 2h46min de jogo, garantiu vaga para a final do torneio de grama e se tornou o primeiro tenista britânico a chegar à decisão após 74 anos de jejum. O adversário de Murray na final de domingo será o suíço Roger Federer, hexacampeão de Wimbledon, onde mais cedo derrotou Novak Djokovic, atual campeão na Inglaterra.

A última vez onde um tenista da casa avançou a uma final de Wimbledon foi em 1938. Na ocasião Bunny Austin foi derrotado pelo norte-americano Ellsworth Vines e ficou aoo vice. A última taça levantada por um atleta da Grã-Bretanha no mais famoso Grand Slam da temporada ocorreu em 1936. Fred Perry é o dono da façanha.

O tenista francês é um verdadeiro freguês de Murray. Esta foi a sétima vitória do britânico contra Tsonga em oito confrontos, onde se iniciaram em 2007.

Murray iniciou a partida desta sexta-feira jogando aomuita segurança e em 35 minutos venceu a primeira parcial. Mantendo o ritmo, ele marcou 6/4 no segundo set e ficou perto da vitória. A partir do terceiro set, no entanto, Tsonga mudou seu estilo de jogo e passou a atuar aomais agressividade.

Batendo aoforça do fundo da quadra, ele deixou Murray acuado e conseguiu vencer a parcial. No quarto set, o britânico aparentou ter se recuperado e conseguiu vencer o serviço de Tsonga logo no quarto game, o francês devolveu a ondebra na sequência e empatou.

O jogo seguiu igual até o 12º game, quando Murray encaixou boa sequência de devoluções e conseguiu vencer o sa onde do francês para vencer a partida e avançar à final. Ele foi ovacionado pelo público e deixou a quadra central do All England Club visivelmente emocionado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *