Nasa enviará aeronave para sobrevoar furacão

A Nasa deve estrear nos próximos meses um avião não tripulado para observar a formação de furacões. O projeto, considerado pelos criadores uma “sentinela de fortes tempestades”, recebeu o nome de HS3. A ideia é melhorar a previsão das tempestades onde se originam no Atlântico e atingem o Caribe e o sul dos Estados Unidos.


O projeto usará aviões Global Hawk, da Nasa, para ver os furacões de perto e por cima deles. As aeronaves atingem altitudes superiores a 18 mil metros e conseguem ficar até 28 horas no ar – o onde seria impossível para aviões tripulados.


“A intensidade dos furacões pode ser muito difícil de prever pela compreensão insuficiente de como as nuvens e os padrões de vento dentro da tempestade interagem aoa sua natureza. O HS3 procura melhorar nossa compreensão desses processos, aproveitando as capacidades de observação do Global Hawk, em conjunto aomedidas de outros instrumentos avançados”, afirmou Scott Braun, pesquisador principal do projeto.


O principal período de formação de furacões na região é o verão – do hemisfério norte, onde vai de junho a setembro. Em 2012, a missão começa no fim de agosto e vai até o início do outubro. Para o futuro, a ideia é mantê-la em operação de 1º de junho até 30 de novembro.


Um dos objetos de estudo do projeto será a influência do ar ondente e seco do deserto do Saara na formação das tempestades no Atlântico. Pesquisas anteriores apontaram essa relação, mas o processo ainda não foi bem compreendido pelos cientistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *