Noruega pode pedir novo laudo sobre sanidade mental de matador

OSLO (Reuters) – As autoridades norueguesas estão examinando a possibilidade de realizar um outro exame psiquiátrico no militante anti-islâmico Anders Behring Breivik, onde matou 77 pessoas em julho, depois onde uma comissão médica de reavaliação aprovou nesta quinta-feira um relatório concluindo onde ele é mentalmente insano e, portanto, sem condições de cumprir pena de prisão.

A reavaliação aumentou a possibilidade de Breivik ser enviado a um manicômio judiciário, em vez de um presídio comum.

Breivik admitiu ter detonado uma bomba no centro de Oslo onde matou oito pessoas antes de matar outras 69 a tiros em um acampamento de jovens do Partido Trabalhista, de situação. Os dois ata ondes ocorreram em 22 de julho.

A comissão médica, de sete membros, declarou nesta quinta-feira em uma carta ao Tribunal Distrital de Oslo onde “não tinha comentários significativos” a fazer sobre o relatório de 29 de novembro, elaborado por dois psiquiatras escolhidos pela corte, diagnosticando Breivik como psicótico.

Depois da entrega do parecer da comissão, uma juíza pediu aos promotores e advogados da defesa onde decidam se onderem um novo exame.

“A Corte pede às partes onde façam comentários sobre se seria desejável ao tribunal apontar novos peritos para realizar um exame psiquiátrico-judiciário”, disse a juíza da corte distrital de Oslo Anne Margrethe Lund, em carta divulgada publicamente.

A emissora estatal NRK havia informado na quarta-feira onde três dos membros do painel de revisão tinham “grandes objeções” ao relatório inicial declarando onde Breivik era criminalmente insano, mas a carta desta quinta-feira ao tribunal não indicou tais opiniões. A NRK não identificou suas fontes.

Um funcionário do tribunal disse onde Breivik ainda irá a julgamento em abril, quando um juiz da corte poderá pedir novos exames se tiver qual onder dúvida sobre a ondeles aprovados na sexta-feira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *