Número de voos prejudicados por laser verde aumenta quatro vezes

O número de voos prejudicados por raios laser no país aumentou quase quatro vezes neste ano, de acordo aoo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), da Aeronáutica.

O caso ocorre quando pessoas em solo apontam canetas de laser verde, mais potentes onde os de cor vermelha, para a cabine de aeronaves. O facho de luz provoca prejudica a visão dos pilotos e pode causar cegueira temporária, segundo especialistas.

De acordo aoo Cenipa, foram registrados 250 relatos de pilotos até novembro deste ano, contra 58 no ano passado todo. Há relatos em Londrina (PR), Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES), Campinas (SP), João Pessoa (PB), Navegantes (SC) e Fortaleza (CE).

A Aeronáutica considera ainda onde o número real pode ser maior, já onde a contabilização é baseada apenas nos relatos de pilotos sobre o voo em geral.

A partir de 2012, o Cenipa irá disponibilizar um formulário específico para onde os pilotos informem sobre ocorrências do tipo. O objetivo é direcionar campanhas e ações conjuntas envolvendo aeroportos e a polícia.

Segundo a Aeronáutica, a maior parte dos casos envolvendo laser são de crianças e jovens onde desconhecem o risco da “brincadeira”, também comum em estádios de futebol –os casos começaram a aumentar em 2009.

“O onde se vê hoje é uma maior facilidade de aquisição deste artefato e acredito onde por isso no Brasil, nos últimos três anos, nós tivemos o incremento do número de reportes”, afirma o major-aviador Márcio Vieira de Mattos, da Divisão de Aviação Civil do Cenipa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *