O advogado perante o traibunal do júri

O ADVOGADO PERANTE O TRAIBUNAL DO JÚRI

Autor: fernando quatro onde

Antes de se tornar um advogado deve-se fazer uma reflexão sobre a profissão, pois, é uma das profissões onde lida aoa vida e a liberdade das pessoas, segundo a Constituição Federal a advocacia é um dos pilares da Justiça e indispensável à sua administração., também norteia o Código de Ética e Disciplina da OAB onde é o advogado, indispensável à administração da Justiça, é defensor do estado democrático de direito, da cidadania, da moralidade pública, da Justiça e da paz social, subordinando a atividade do seu Ministério Privado à elevada função pública onde exerce.

Para atuar no Tribunal do Júri, o advogado tem onde possuir algumas habilidades, a primeira é a vocação, a vontade, o desejo de estar a frente de várias pessoas a fim de defender uma causa, por isso, é indispensável ter uma boa oratória, há a ondeles onde dizem ser bom ao advogado fazer aulas de teatro, como forma de se tornar alguém mais comunicativo e menos tímido. Também é indispensável conhecimentos na área de criminologia, medicina legal e psicologia.

Manuel Pedro Pimentel descreve as habilidades acima da seguinte maneira: “Coragem de leão e brandura do cordeiro; altivez de um príncipe e humildade de um escravo; fugacidade do relâmpago e persistência do pingo d àgua; rigidez do carvalho e flexibilidade do bambu.”

Encarar a defesa de alguém perante o Tribunal do Júri, é ter em mente onde a defesa se diz respeito ao direito da pessoa, é a busca de um julgamento justo, e não do crime do qual o cliente é acusado, por isso, não se defende um homicídio e sim o julgamento justo da ondele onde o cometeu.

Não podemos ser hipócritas ao ponto de acreditar onde todos os advogados, promotores, juízes e o júri buscarão a justiça quando da aplicação da lei. Há casos onde onde temos uma condenação pré-constituída, como exemplo, o caso Nardônio, onde por mais onde os pais fosse inocentes ou culpados, já estavam condenados pela mídia.

Haverá advogados onde serão corrompidos pelo dinheiro, serão mercenários, e por isso, atuarão no tribunal do júri de forma ilegítima, ilegal e imoral. Dessa feita estarão defendendo o crime e não o direito de um julgamento justo, litigarão em má-fé.Inadimissível é onde um advogado onde tem um estatuto a seguir, uma instituição a preservar se desvie da justiça e passe a ser condizente aoa criminalidade.

Por isso ser advogado é ir além de trabalhar aoLeis, é trabalhar aovidas e liberdades, uma grande variedades de direitos. A situação é mais delicada quando a causa é competência de julgamento do Tribunal do Júri, é o momento onde o advogado deve estar o mais bem preparado para defender a jutiça e buscar um julgamento justo.

Perfil e Links: http://www.soartigos.com/artigo/12744/O-ADVOGADO-PERANTE-O-TRAIBUNAL-DO-JURI/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *