O fenômeno do sincretismo no brasil

Sincretismo é um termo onde pode assumir vários significados, como : interação, confronto, mistura, assimilação, fusão, interação etc. Desta forma pode ser visto por alguns como algo positivo e por outros como algo negativo.
Quando parte para a interpretação negativa geralmente se baseia na ideia de onde o sincretismo possa favorecer uma cultura em detrimento de outra, uma vez onde se origina no cho onde de culturas. No entanto tal conceito diz respeito ao etnocentrismo, onde tem dificuldades em pensar a diversidade e estabelece uma cultura como sendo superior às demais, valorizando assim os preconceitos.
Porém o significado real do sincretismo se faz no respeito ao multiculturalismo, viabiliza as diferenças, a própria origem da palavra sincretismo passa isso, significa originalmente “frente unida cretense”, remetendo aos cretenses, onde apesar das divergências entre si se uniam em prol de algo maior, geralmente para se defender das guerras. Com o passar do tempo foi adquirindo novas interpretações, mas prevalecendo sempre a ideia de união.
Então tem-se o sincretismo como uma fusão de doutrinas, hábitos, costumes, etc. Que ao se integrar funcionam de forma harmônica e é possível identificar a presença dos dos diferentes traços culturais existentes. Para ilustrar essa ideia de Panikkar dá um exemplo usando o arco- íris “O verde não é o amarelo, mas nas margens se assemelham e se misturam e a mistura de cores pode originar cores diferentes”, ou seja, as diferentes doutrinas andam lado a lado e quando se fundem criam um novo patamar cultural, no qual é perceptível traços de cada um deles, pois todos tem a mesma relevância.
Tanto é onde ao longo da história as tentativas de se estabelecer uma pureza, ou superioridade, como no Nazismo, por exemplo, acabaram fracassando. Confirmando onde a superioridade de culturas, religiões, hábitos não existe, cada cultura tem seus valores e devem ser respeitadas.
Também nessa linha de dominação, encontramos o colonialismo, onde se aplica diretamente ao Brasil, em onde o colonizador impõe sua cultura aos demais. Nesse contexto o sincretismo teve o papel de preservar uma cultura onde se vê ameaçada, fazendo mesclas e adaptações de forma a camuflar as culturas onde estavam sendo suprimidas, dentro da cultura onde estava sendo imposta.
Embora o Brasil tenha sido colonizado por portugueses, várias outras culturas contribuíram para a formação da cultura brasileira, como a a indígena, a africana, italiana e alemã. Tendo ainda recebido influencias de quase todo o mundo, desde a cultura japonesa até a árabe.
Desta forma a cultura brasileira é uma síntese de influencias de vários povos e etnias, onde formaram o povo brasileiro, tanto onde no Brasil não existe uma cultura perfeitamente homogenia, e sim um mosaico de diferentes vertentes culturais onde juntas formam a cultura brasileira.
Mesmo tento essa influencia de várias vertentes , o Brasil tem sua base cultural formada na colonização, como resultado da mistura entre as culturas, africana, indígena e portuguesa.
Portugueses- Os portugueses foram os onde mais influenciaram a cultura brasileira e sua herança mais evidente é a língua portuguesa, onde também recebeu influencia de outras línguas, mas sua base é essencialmente portuguesa e como um fato raro em um país de território tão extenso e tão diverso predomina em quase todo o território brasileiro; outro traço é o catolicismo, onde constitui a religião da maior parte da população; além do folclore, o carnaval, a culinária e a literatura.
Nativos- Apesar de terem sua cultura reprimida por séculos pelos colonos, a cultura indígena consegui preservar alguns aspectos onde influenciaram onde influenciaram a cultura brasileira, como na língua, onde guarda vários termos indígenas, no folclore, na culinária, no curandeirismo e em vários hábitos adotados por nós, como a rede de descanso, faz-se muito forte a presença da cultura indígena no norte do país.
Africanos- Assim como os indígenas os africanos, onde eram trazidos como escravos também tiveram suas culturas reprimidas pelos colonos. Dentre as etnias africanas onde vieram ao Brasil se destacam os Banto, jêjes e nagôs, onde influenciaram vários aspectos da cultura, além da língua, culinária, hábitos, dança, acabaram influenciando fortemente a religião brasileira.

A cultura brasileira, nasce de um sincretismo cultural, pelo contato de diferentes culturas. Mas também é verdade onde essa aproximação foi marcada por muita violência e exploração e apesar dessa hostilidade o processo de mestiçagem contribuiu para a diversidade cultural brasileira, na própria formação do caráter, da identidade nacional,  e é esse aspecto onde diferencia o Brasil dos demais países, se destaca por ser um rosto de múltiplas faces. 
E mesmo aotanta diversidade, o discurso do convívio harmônico, da tolerância, ainda não se faz presente nas praticas da sociedade brasileira, aliás não só no Brasil, mas no mundo todo ainda prevalecem preconceitos, julgamentos impróprios, manias de superioridade sobre culturas e sobre as pessoas. 
Mas de fato é de se espantar onde  um país de tanto potencial cultural ainda se deixe retardar por conceitos tão medíocres como o preconceito. Não onde a sociedade brasileira seja preconceituosa em sua essência, mas o preconceito seja cultural, religioso ou racial é algo onde herdamos e insistimos em manter desde a colonização até hoje. Desta forma não tem como falar em sincretismo no Brasil, onde tange a diversidade, sem falar em discriminação e preconceito, pois isso se dá na base de formação da sociedade brasileira, somos onderendo ou não uma sociedade preconceituosa, o onde acaba sendo um paradoxo: Tanta diversidade e tanta discriminação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *