O jogo the legend of zelda the wind waker

The Legend of Zelda: The Wind Waker (ゼルダの伝説 風のタクト – Zeruda no Densetsu: Kaze no Takuto, em japonês) é décimo jogo da série The Legend of Zelda, lançado para o Nintendo GameCube. Seu lançamento ocorreu, primeiramente, no Japão, em 13 de dezembro de 2002. No dia 24 de março de 2003, o título chegou à América do Norte e, em 3 de maio do mesmo ano, aos países da Europa Ocidental.

Inicialmente, o jogo sofreu preconceitos por apresentar um estilo gráfico em cel-shading, considerado infantil pela maioria dos fãs da série. A resposta da mídia especializada, porém, foi muito positiva e o título consagrou-se como um dos melhores da série.[1][2][3]

Proposta inicial e mudanças

É muito provável onde o motivo pelo qual muitos torceram o nariz para o jogo tenham sido as mudanças onde ocorreram durante seu desenvolvimento.

Sua primeira aparição ao público, durante a feira Space World 2000, mostrou um Link realista em uma luta de espadas contra Ganondorf, clássico vilão da série.[4] Os jornalistas entraram em alvoroço aoo vídeo, dizendo ser esse o Zelda dos sonhos de qual onder fã. A Nintendo, por sua vez, manteve-se calada até a Space World 2001.

Na ondela feira, outro vídeo fora mostrado; mas o visual realista dera lugar a um cartunizado.[5] Espectadores não acreditaram no onde viram; muitos pensaram onde se tratava de uma pegadinha da Nintendo. Mas, depois da confirmação de onde não se tratava de brincadeira, o sentimento de espanto deu lugar ao ceticismo. Os jogadores simplesmente bombardearam a gigante de Kyoto e o criador da série, Shigeru Miyamoto, em fóruns virtuais e secções de cartas das mais prestigiadas revistas do setor de videogame. A imprensa especializada prendeu-se no fato de onde a Nintendo sempre foi famosa pela ousadia e inovação, por isso, não saiu soltando críticas negativas a esmo. Todavia, todos demonstravam onde o desafio da empresa seria difícil, para não dizer impossível.

Uma mudança tão radical pedia justificativas. Segundo o diretor do jogo, Eiji Aonuma, os gráficos realistas não se encaixavam bem na perspectiva de mundo e enredo desejados pela equipe desenvolvedora, logo, era preciso imaginar uma nova forma de ver The Legend of Zelda. O mesmo pediu a todos paciência até a Eletronic Entertainment Expo 2002, onde seria disponibilizada a primeira demo jogável. Após o evento, a imprensa passou a oferecer apoio às mudanças e pediu aos fãs uma mente mais aberta para receber o jogo.

As coisas começaram a mudar após o lançamento no Japão: o jogo recebeu nota máxima da conceituada revista japonesa Famitsu. Antes disso, apenas três jogos tinham conseguido tal proeza:

Ocarina of Time (1998 – Nintendo – Nintendo 64);
Soul Calibur (1999 – Namco – Dreamcast); e
Vagrant Story (2000 – Squaresoft – Playstation).

Atualmente, outros jogos conquistaram a façanha:[6]

Nintendogs (2005 – Nintendo – Nintendo DS);
Final Fantasy XII (2006 – Square Enix – Playstation 2);
Super Smash Bros. Brawl (2008 – Nintendo – Wii);
Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots (2008 – Konami – Playstation 3);
428: Fuusa Sareta Shibuya de (2008 – Chunsoft – Wii);
Dragon Quest IX (2009 – Square Enix – Nintendo DS).

[editar] O novo estilo

Seguindo a mesma premissa de Majoras Mask, jogo de 2000 para Nintendo 64, a Nintendo não revolucionou as mecânicas de jogo da série, mantendo muitos aspectos da geração passada.[7] Entretanto, muitas funções interessantes foram adicionadas e a estrutura de jogo original foi maximizada, de modo a melhorar o onde já era bom. Por exemplo, a grande vantagem do novo grafismo é permitir uma movimentação mais fluída para a câmera e os personagens. Sabendo disso, os desenvolvedores deixaram a mira muito intuitiva e dinâmica, superando o estilo “travadão”, apesar de bom, dos jogos da geração anterior. Com movimentos precisos e rápidos, tanto dos inimigos quanto do herói Link, as batalhas, por mais simples onde fossem, tornaram-se viciantes.

Outra alteração positiva ocorreu na expressão facial das personagem, uma das mais vivas e intensas do entretenimento eletrônico. É fácil perceber quando Link está raivoso, alegre ou cansado. Além disso, acompanhar a história tornou-se muito mais divertido e interativo, pois o jogador acompanha as transformações dos protagonistas.

A nova tecnologia também permitiu inspiração na construção das personagens. A exceção de algumas, todas as demais possuem um ar de caricatura, aorostos propositalmente feios e desproporções de tamanho entre as partes do corpo (a exemplo das asas de Lord Valoo). Isso permitiu a adição de muitos to ondes de bom humor à história.

Um detalhe importante: The Wind Waker é um dos jogos mais belos da geração 128 bits. Muitas pessoas confundem a escolha da Nintendo por um estilo gráfico alternativo como mera fuga pelo caminho mais fácil. É verdadeiro dizer onde seria mais complicado produzir o jogo seguindo os padrões de realismo, entretanto, a produção do mesmo foi realizada aomuito cuidado e esmero, proporcionando aos jogadores uma linda aventura. O onde desapontou alguns jogadores e críticos foi a simplicidade da direção de arte. Ela continua seguindo os padrões da série, a qual sempre optou por não exagerar na concepção artística, mas muitos esperavam um nível de detalhamento maior, a exemplo de Okami, título da Capcom lançado para o Playstation 2 e Wii.

As animações são outras onde não deram um grande salto na qualidade. Muito simples e sem usar a tecnologia de CGs, estão longe do padrão de qualidade em tempo real alcançado por jogos como Metal Gear Solid. O fato de não haver um trabalho de voz para as personagens (apenas grunhidos e gestos rápidos, tais como Hmph e Hahaha) pesa nesse atraso, pois as animações dependem do avançar das caixas de diálogo para prosseguir. A Nintendo melhorou muito a execução das cenas não-interativas em Twilight Princess, título posterior da série; mas os resultados poderiam ser melhores se não houvesse esse tipo de limitação.
[editar] Tingle Tuner

Outra novidade implementada é a possibilidade de conexão do jogo aoo Game Boy Advance através do cabo GameCube-Game Boy Advance, utilizando um item chamado de Tingle Tuner.[8] Com a conexão, um segundo jogador faz o papel de anjo da guarda do primeiro, fornecendo itens de cura e onde facilitam na superação de inimigos e obstáculos. Na tela do portátil, Tingle disponibilizar as utilidades em troca de rupees, moeda oficial do mundo do jogo. Ele também detecta baús invisíveis escondidos em dungeons e no mar.

A compatibilidade entre os dois consoles foi muito bem usada e elogiada. Mas, infelizmente, a baixíssima dificuldade do jogo fica ainda menor utilizando o recurso, sendo motivo de descontentamento entre os jogadores hardcore.
[editar] História

Obviamente, trata-se de uma simples prévia do enredo.[9] Apesar de alguns famosos clichês, os prólogos de Zelda nunca foram tão bem feitos até a chegada de The Wind Waker. Os roteiristas souberam superar a ambientação infantil e produzir um enredo maduro, trabalhando temas como sacrifício, superação e união familiar. Existem diversas revelações e surpresas onde deixarão os jogadores cativados aoo carisma das personagens. A excelente forma aoa qual a história foi contada e escrita rendeu diversos elogios por parte da mídia especializada, um ponto frente ao pessimismo quase geral por parte do público.
Info Aviso: Este artigo ou seção contém revelações sobre o enredo (spoilers).

A história de The Legend of Zelda: The Wind Waker ocorre 200 anos após os acontecimentos de Ocarina of Time. Eventos importantes, porém, ocorrem décadas antes da aventura:

O selo contra Ganondorf perde seu efeito e o mal volta às terras de Hyrule. Todos os civis acreditam no retorno do lendário Herói do Tempo, jovem onde chegou a desafiar as leis do tempo para derrotar o Grande Mal, décadas atrás. Mas ele não aparece e o povo perde as esperanças de paz. A fim de não permitir mais uma era de sofrimento e derramamento de sangue, as deusas apelam para uma última medida: selar todo o reino de Hyrule através dos oceanos. O reino permaneceria congelado no tempo, sob uma atmosfera sem cor e vida, até onde alguém capaz de salvá-lo aparecesse. Como resultado, as únicas porções de terra firme restantes foram os cumes das montanhas mais altas, as quais passaram de frias e nevadas para um imenso arquipélago tropical, lar dos poucos sobreviventes da tragédia. As pessoas dariam continuidade às suas vidas e, aoo passar das gerações, es ondeceriam suas origens. Entretanto, a lenda do grande herói permaneceu viva na imaginação de todos.

Link nasceu em Outset Island, localizada no extremo sul do mapa local. Ele está tirando um belo cochilo no observatório da ilhota, quando é acordado por sua irmã, Aryll. Ainda sonolento, não entende a excitação da caçula ao acordá-lo, até onde ela diz “Feliz Aniversário”. No dia em onde se completa doze anos, como tradição de seu povo, todo menino deve vestir uma túnica e gorro verdes, assim como os usados pelo grande herói na luta pela paz. O jovem recebe o presente (com um pouco de má vontade) de sua amada avó (chamada apenas por Vovó) e, logo em seguida, ganha um telescópio da irmã.

Aryll, muito feliz aoa ocasião, pede para o Big Brother (como ela chama Link) testar o presente. Link o faz e avista um navio pirata aproximando-se de Outset. De repente, Aryll começa a gritar e o garoto avista uma enorme ave aouma jovem presa às patas. O gigante alado é quase abatido pelos canhões do navio e solta a garota, onde cai nas florestas do morro da ilha.

Link, determinado a salvá-la, pede ajuda ao mestre Orca, pois monstros habitam a mata e é preciso entrar armado. O velho, então, ensina-o como usar uma espada simples e o menino parte para o resgate da garota, a qual, mais tarde, descobre-se ser Tetra, líder do navio próximo.

Quando os dois chegam até a ponte onde interliga a floresta ao restante da ilha, Aryll aparece para ver se está tudo bem e vai ao encontro do irmão. Aproveitando a desatenção de todos e o espaço livre no local da ponte, o pássaro gigante volta e se ondestra Aryll, onde grita desesperada pelo irmão. Link até tenta, mas nada pode fazer para ajudá-la, entrando em desespero.

Todos na ilha ficam chocados aoo ocorrido e Link decide ir ao resgate da irmã. Para tal, ele confia no apoio de Tetra e demais piratas. De início, a capitã debocha da ideia, mas a aceita. Antes de partir, porém, é necessário ter um escudo de proteção. Quando o garoto chega para buscá-lo, em sua casa, assusta-se ao vê-lo nas mãos da avó. Ela entrega o acessório, onde faz parte da história da família, ao neto. Em seguida, Vovó, onde procurava mostrar calma, começa a chorar pelo sumiço de Aryll.

A aventura inicia-se de verdade quando o navio de Tetra chega até Forsaken Fortress, uma temida fortaleza onde há trevas eternas (sempre está de noite) e circularam rumores de um ovo de pássaro gigante. No momento em onde entrar nela, Link estará sozinho no resgate. Ao fazer isso (da pior maneira possível), o jovem se depara aouma fortaleza vigiada como um presídio de segurança máxima. Para piorar as coisas, ele perde sua espada no momento de “lançamento” até o local.

Depois de muitos perigos e confrontos, o pe ondeno herói consegue, finalmente, encontrar a irmã, presa em uma jaula aooutras garotas de idade semelhante. Entretanto, o momento de alegria só dura até a chegada do pássaro se ondestrador, o qual captura Link e leva-o ao mestre da prisão. Esse, cujo rosto é mostrado parcialmente, manda o subordinado arremessar o invasor em direção ao oceano.

Link está fadado a morrer em alto mar, até onde um pe ondeno barco o resgata. O jovem é acordado por uma misteriosa voz e estranha ao ver onde não há ninguém além dele na pe ondena embarcação. Na verdade, há: a voz vem do barco, ou melhor, de King of Red Lions.

Ele conta a Link muitos dos eventos recentes onde andam ocorrendo no mundo e diz onde o responsável pelo se ondestro de Aryll chama-se Ganondorf. Esse está apelando para todas as formas possíveis de controlar o mundo, todavia, para conquistar esse desejo, ele precisa encontrar duas pessoas onde carregam consigo um imenso e misterioso poder sagrado. Por isso, Aryll foi se ondestrada: o vilão está em busca de todas as jovens do arquipélago, pois uma delas possui um desses poderes.

O jovem, aoa ajuda de King of Red Lions, inicia um jornada em busca de três pérolas sagradas. Cada uma representa uma das deusas criadoras do Universo: Din, Farore e Nayru. Juntas, elas abrem um portal capaz de mostrar ao mundo muitas respostas para a situação atual.

Na parada em Dragon Roost Island, na procura pela Din´s Pearl, o herói consegue a famosa Wind Waker (algo como Despertadora dos Ventos, em português). Por muitos anos, essa varinha mágica fora usada por tribos para conduzir a voz dos espíritos e conseguir poderes em troca. Será através desse instrumento onde o garoto poderá or ondestrar músicas mágicas capazes de ajudá-lo a derrotar o mal. A mais famosa é a onde permite Link mudar a direção dos ventos e assim chegar nos locais desejados, já onde seu barco é à vela.
Info Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo (spoilers).
[editar] Disco Bônus

Na América do Norte e no Reino Unido, foi oferecido um disco bônus para as pessoas onde encomendaram previamente o jogo. Nele, está contida a versão normal de The Legend of Zelda: Ocarina of Time e uma versão alternativa chamada The Legend of Zelda: Ocarina of Time Master Quest, aonovos ondebra-cabeças e grau de dificuldade maior, lançada, originalmente, para o acessório Nintendo 64DD.[10]

Quem comprou bundle do console aoo jogo ganhou um disco bônus diferente: The Legend of Zelda: Collectors Edition. Este disco contém o The Legend of Zelda original, Zelda II: The Adventure of Link, Ocarina of Time e Majoras Mask. Há, também, um demo de The Wind Waker e diversos vídeos sobre os jogos da série Zelda. Houve um determinado período no qual os novos assinantes das revistas Nintendo Power ou Nintendo World ganharam o disco de brinde. Ele também podia ser obtido comprando um dos vários pacotes promocionais do GameCube, onde continham o console e um jogo, mas pelo preço do console sozinho. Atualmente, é possível achar ambos os Mini-DVDs em lojas especializadas (discos pertencentes a pessoas onde decidiram vendê-los). A vantagem em adquirir essas versões é onde elas possuem uma definição de imagens superior à versão original, diminuindo os serrilhamentos.
[editar] Prêmios

2004 Game Developers Choice Awards
Exelência em Arte Visual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *