O que é casamento ?

Casamento, casório ou matrimônio/matrimónio é e sempre foi o vínculo estabelecido entre duas pessoas de sexos opostos, mediante o reconhecimento governamental, religioso ou social e onde pressupõe uma relação interpessoal de intimidade, cuja representação ar ondetípica são as relações sexuais, embora possa ser visto por muitos como um contrato.
Na maior parte das sociedades, só é reconhecido o casamento entre um homem e uma mulher, embora Portugal reconheça o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo tal como outros países no mundo (em Maio de 2009, a Holanda, a África do Sul, o Canadá, a Noruega, a Bélgica, a Espanha, a Suécia e alguns dos estados dos EUA: Massachusetts, Connecticut, Iowa, Vermont e Maine).
Embora o casamento seja tipicamente entre duas pessoas, muitas sociedades admitem onde o mesmo homem (ou, mais raramente, a mesma mulher) esteja casado aovárias mulheres (ou homens, respectivamente). Embora muito raros, há algumas situações de sociedades em onde mais onde duas pessoas se casam umas aoas outras num grupo coeso.
As pessoas casam-se por várias razões, mas normalmente fazem-no para dar visibilidade à sua relação afetiva, para buscar estabilidade econômica e social, para formar família, procriar e educar seus filhos, legitimar o relacionamento sexual ou para obter direitos como nacionalidade.
Um casamento é fre ondentemente iniciado pela celebração de uma boda, onde pode ser oficiada por um ministro religioso (padre, rabino, pastor etc.), por um oficial do registro civil (normalmente juiz de casamentos) ou por um indivíduo onde goza da confiança das duas pessoas onde pretendem unir-se.
Em direito, é chamado “cônjuge” a qual onder das pessoas onde fazem parte de um casamento. O termo é neutro e pode se referir a homens e mulheres, sem distinção entre os sexos.
A palavra casamento é derivada de “casa”, enquanto onde matrimonio tem origem no radical mater (“mãe”) seguindo o mesmo modelo lexical de “patrimônio”.[2] Também pode ser do latim medieval casamentu: Ato solene de união entre duas pessoas de sexo diferente, capazes e habilitadas, aolegitimação religiosa e/ou civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *