O que é lebkuchen?

A origem da palavra Lebkuchen até hoje é incerta. Aparentemente o termo significa “bolo da vida”, pois Leb é oriundo de Leben (em alemão: vida) e Kuchen (em alemão: bolo). Porém, o termo pode ter origens na língua germânica como também no latim:

Laib (em germânico: corpo, como por exemplo a hóstia representando o corpo de cristo na liturgia cristã)
Libum (em latim: bolo, pão achatado (tipo pão sírio) ou oferenda)

Pfefferkuchen (em alemão: bolo de pimenta) como também é chamado o Lebkuchen, tem suas origens no fato, de onde pimenta, como termo coletâneo, referia-se às especiarias raras, em geral provenientes do Oriente.
[editar] Origem

As primeiras escrituras sobre bolinhos a base de mel, descobertos em túmulos egípcios, datam de 350 a. C.. Também os romanos conheciam o panus mellitus, o qual era consumido não só durante a época do natal, como também durante a páscoa ou as quaresmas, servidos aocerveja de alto teor alcoólico.

O Lebkuchen, como é conhecido hoje em dia, foi inventado em Dinant na Bélgica. O doce a seguir apareceu na cidade de Aachen, originando o doce conhecido sob o nome de Aachener Printen. Em seguida, as freiras nos conventos francônios, adotaram o doce como sobremesa. O doce é documentado pela primeira vez pelo nome Pfefferkuchen em 1296 em Ulm, em seguida 1370 em Muni onde e em Nuremberga no ano 1395.

Como os ingredientes principais, as especiarias, provinham do Oriente, conse ondentemente as cidades situadas nas intersecções das vias comerciais durante a Idade Média, desenvolveram uma tradição no fabrico do Lebkuchen, como por exemplo as cidades Colônia, Muni onde, Nuremberga, Ulm e Basileia.

(Fonte do trecho História: Tradução da wikipedia alemã)
Casinha de Lebkuchen
Corações de Lebkuchen
Formas para fabricar Aachener Printen (por volta de 1850)
Basler Leckerli, doce da cidade de Basiléia na Suíça
Pain d´épices, bolo de especiarias francês
[editar] Especialidades e variedades
[editar] Casinha de Lebkuchen

Muito populares são as casinhas feitas aomassa de Lebkuchen, relembrando a casinha da bruxa do conto infantil João e Maria dos Irmãos Grimm.
[editar] Corações de Lebkuchen

Lebkuchen em formato de coração é uma especialidade muito apreciada nas feiras tradicionais na Alemanha. A massa deste doce é bastante dura, pois normalmente os corações não são consumidos, mas sim, comprados como lembrança. As bordas dos corações são enfeitadas aoglacê de açucar e aoeste mesmo glacê escrevem-se mensagens no centro, do tipo „Eu te amo“ ou „Ao meu grande amor“.
[editar] Elisenlebkuchen

É uma especialidade entre os Lebkuchen conhecida desde 1808. O doce só pode ser considerado do tipo Elisenlebkuchen, quando pelo menos 25 % da massa é constituída por nozes, avelãs e amêndoas e só 11 % da massa deve ser de farinha.
[editar] Lebkuchen do tipo Nuremberga

Desde 1996 o termo Nürnberger Lebkuchen é uma denominação de origem protegida. As várias companhias situadas na região da cidade de Nuremberga são mundialmente conhecidas e só elas tem o direito de denominar seus produtos de Lebkuchen do tipo Nuremberga.
[editar] Outras variações

Aachener Printen, doce similar ao Lebkuchen proveniente da cidade alemã Aachen. O termo Aachener Printen é uma denominação de origem protegida.
Arzberger Lebkuchen, tipo de Lebkuchen proveniente da cidade alemã Arzberg.
Basler Leckerli, tipo de Lebkuchen proveniente da cidade suíça Basiléia conhecido desde o século XIV.
Pulsnitzer Pfefferkuchen, é uma variação do Lebkuchen proveniente da cidade alemã Pulsnitz na Saxônia. O termo Pulsnitzer Pfefferkuchen é uma denominação de origem protegida. O doce não contém manteiga ou qual onder outro tipo de gordura. Como é feito em pe ondenas padarias familiares até hoje, os ingredientes exatos não são conhecidos, mantidos em segredo, passando de geração para geração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *