O que é optometria?

A Optometria é uma ciência da área da saúde, com base na física. A profissão existe no mundo há mais de cem anos, sendo praticada em mais de 130 países.







Índice

[esconder]



[editar] Definição


A palavra optometria deriva etimologicamente do grego optometron, sendo esta decomposta em opto, que provém de opsis que significa “visão” e de metron que significa “medição”. A Optometria é uma ciência especializada no estudo da visão, especificamente nos cuidados primários da saúde visual.



[editar] História


Desde que foram inventados os óculos em cerca de 1300 d.C., existiram muitos desenvolvimentos na correcção de problemas visuais. Em 1585, Georg Bartisch, foi o primeiro europeu a ser considerado cientificamente “médico oftalmologista“, mas era contra o uso de óculos. Durante vários anos a ideia foi seguida pelos oftalmologistas levando a que talvez por isso a Optometria se tenha desenvolvido como uma ciência paralela à medicina. O acto optométrico prosseguiu então pelas mãos dos ópticos e no século XIV em Antuérpia é criada a primeira Guilda dos Oculistas, entidade que regulava o acesso a profissão e as normas de conduta. A regulamentação profissional do exercício da Optometria começou no Reino Unido em 1895 com a criação da Associação Britânica de Óptica que instituiu um exame de capacidades para ser acreditado como óptico refraccionista. Na mesma altura (1896) nos Estados Unidos foi criada a Associação Americana de Óptica e dois anos depois (1898) fundada a Associação Americana de Optometristas.



[editar] Optometrista



[editar] Definição


Profissional independente da área da saúde, com formação superior (em Portugal existem também Optometristas diplomados) que está habilitado a examinar e avaliar o sentido da visão, sendo um especialista em identificar e compensar alterações visuais de origem não patológica, melhorando o desempenho visual dos pacientes.



[editar] Considerações


O optometrista não utiliza qualquer medicamento ou técnica invasiva (excepto nos EUA e Inglaterra). Todos os equipamentos utilizados são de carácter observatório e direcionados para a avaliação quantitativa e qualitativa da visão. É treinado para reconhecer uma alteração visual de ordem patológica ocular ou sistémica encaminhando nesses casos a um profissional da área médica, realizando assim o seu trabalho de prevenção.



[editar] Local de exercício da atividade


Atua essencialmente em casas de óptica ocular, em instituições de saúde e em centros de medicina do trabalho. Podem ainda exercer optometria como profissionais liberais e trabalhar em instituições de investigação e de desenvolvimento.



[editar] Atividades


Realiza anamneses individuais, com vista a recolher informações sobre a profissão e os hábitos diários do utente. Realiza exames subjectivos e objectivos e mede a tensão ocular, com a finalidade de detectar defeitos visuais, como sejam erros refractivos, visão binocular, utilizando o equipamento adequado. Mede a estrutura ocular com moldes de referência e determina os valores querométricos da face anterior da córnea utilizando os equipamentos adequados. Propõe meios ópticos (óculos ou lentes de contacto) para a compensação das deficiências detectadas ou elabora a indicação clínica dos meios ópticos, de acordo com os resultados das medições morfológicas. Propõe o tipo de lente (plásticas ou minerais) para óculos ou para as lentes de contacto (semi-rígidas permeáveis aos gases, hidrófilas ou descartáveis) mais adequado às necessidades e gosto do utente. Efectua a avaliação quantitativa, com aparelhagem específica, para apurar graduações e os eixos para aplicação das lentes de contacto. Determina a quantidade e a qualidade do filme lacrimal, a fim de seleccionar as lentes mais dequadas. Faz a fracção complementar ou adicional dos valores refractivos das lentes. Estuda e ensaia os vários tipos de lentes a fim de escolher as mais adequadas, mediante a recolha dos parâmetros objectivos. Avalia o comportamento dinâmico das lentes nos olhos, identificando os factores que possam afectar a saúde dos olhos e alterar a visão. Realiza ensinamentos e aconselha sobre os cuidados de manutenção a ter com os meios ópticos (óculos e lentes de contacto). Remete para o médico oftalmologista os utentes que apresentem sinais de lesão, patologia e outros estados oculares anormais. Pode participar em acções de sensibilização, de esclarecimento e/ou aconselhamento no âmbito da educação e da promoção da saúde



[editar] Especialidades optométricas




[editar] Anomalias da visão




[editar] Procedimentos optométricos


Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é optometria?


Paciente no foróptero

Paciente no foróptero

A Optometria é uma ciência da área da saúde, com base na física. A profissão existe no mundo há mais de cem anos, sendo praticada em mais de 130 países.







Índice




Definição


A palavra optometria deriva etimologicamente do grego optometron, sendo esta decomposta em opto, que provém de opsis que significa “visão” e de metron que significa “medição”. A Optometria é uma ciência especializada no estudo da visão, especificamente nos cuidados primários da saúde visual.



História


Desde que foram inventados os óculos em cerca de 1300 d.C., existiram muitos desenvolvimentos na correcção de problemas visuais. Em 1585, Georg Bartisch, foi o primeiro europeu a ser considerado cientificamente “médico oftalmologista“, mas era contra o uso de óculos. Durante vários anos a ideia foi seguida pelos oftalmologistas levando a que talvez por isso a Optometria se tenha desenvolvido como uma ciência paralela à medicina. O acto optométrico prosseguiu então pelas mãos dos ópticos e no século XIV em Antuérpia é criada a primeira Guilda dos Oculistas, entidade que regulava o acesso a profissão e as normas de conduta. A regulamentação profissional do exercício da Optometria começou no Reino Unido em 1895 com a criação da Associação Britânica de Óptica que instituiu um exame de capacidades para ser acreditado como óptico refraccionista. Na mesma altura (1896) nos Estados Unidos foi criada a Associação Americana de Óptica e dois anos depois (1898) fundada a Associação Americana de Optometristas.



Optometrista



Definição


Profissional independente da área da saúde, com formação superior (em Portugal existem também Optometristas diplomados) que está habilitado a examinar e avaliar o sentido da visão, sendo um especialista em identificar e compensar alterações visuais de origem não patológica, melhorando o desempenho visual dos pacientes.



Considerações


O optometrista não utiliza qualquer medicamento ou técnica invasiva (excepto nos EUA e Inglaterra). Todos os equipamentos utilizados são de carácter observatório e direcionados para a avaliação quantitativa e qualitativa da visão. É treinado para reconhecer uma alteração visual de ordem patológica ocular ou sistémica encaminhando nesses casos a um profissional da área médica, realizando assim o seu trabalho de prevenção.





Local de exercício da atividade


Actua essencialmente em casas de óptica ocular, em instituições de saúde e em centros de medicina do trabalho. Podem ainda exercer optometria como profissionais liberais e trabalhar em instituições de investigação e de desenvolvimento.



Actividades


Realiza anamneses individuais, com vista a recolher informações sobre a profissão e os hábitos diários do utente. Realiza exames subjectivos e objectivos e mede a tensão ocular, com a finalidade de detectar defeitos visuais, como sejam erros refractivos, visão binocular, utilizando o equipamento adequado. Mede a estrutura ocular com moldes de referência e determina os valores querométricos da face anterior da córnea utilizando os equipamentos adequados. Propõe meios ópticos (óculos ou lentes de contacto) para a compensação das deficiências detectadas ou elabora a indicação clínica dos meios ópticos, de acordo com os resultados das medições morfológicas. Propõe o tipo de lente (plásticas ou minerais) para óculos ou para as lentes de contacto (semi-rígidas permeáveis aos gases, hidrófilas ou descartáveis) mais adequado às necessidades e gosto do utente. Efectua a avaliação quantitativa, com aparelhagem específica, para apurar graduações e os eixos para aplicação das lentes de contacto. Determina a quantidade e a qualidade do filme lacrimal, a fim de seleccionar as lentes mais dequadas. Faz a fracção complementar ou adicional dos valores refractivos das lentes. Estuda e ensaia os vários tipos de lentes a fim de escolher as mais adequadas, mediante a recolha dos parâmetros objectivos. Avalia o comportamento dinâmico das lentes nos olhos, identificando os factores que possam afectar a saúde dos olhos e alterar a visão. Realiza ensinamentos e aconselha sobre os cuidados de manutenção a ter com os meios ópticos (óculos e lentes de contacto). Remete para o médico oftalmologista os utentes que apresentem sinais de lesão, patologia e outros estados oculares anormais. Pode participar em acções de sensibilização, de esclarecimento e/ou aconselhamento no âmbito da educação e da promoção da saúde





Especialidades optométricas




Anomalias da visão




Procedimentos optométricos


Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *