O que é proterozóico?

Proterozóico



Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.




Na escala de tempo geológico, o Proterozóico (do latim “primeira vida”) é o éon que está compreendido entre 2,5 bilhões e 542 milhões de anos, aproximadamente. O éon Proterozóico sucede o éon Arqueano e precede o éon Fanerozóico. Divide-se nas eras Paleoproterozóica, Mesoproterozóica e Neoproterozóica, da mais antiga para a mais recente.


Em algumas obras ainda se pode encontrar o termo Algônquico que, entretanto, entrou em desuso. Este termo fazia referência à região algonquina do Canadá, onde esta divisão estratigráfica é composta essencialmente por uma série sedimentar com calcário, xisto, grés, quartzito, conglomerados e rochas diabásicas. Remonta a esta época, por exemplo, o Grand Canyon. Em Portugal já foram assim classificados os chamados xistos das Beiras, posteriormente classificados como infracâmbricos ou câmbricos.


Foi uma fase de transição da Terra, durante a qual o oxigênio se acumulou primeiramente na litosfera (formando os óxidos, principalmente de silício e ferro, presentes nos minerais) e depois na atmosfera (na forma de oxigênio gasoso). Somente depois que os elementos ávidos de oxigênio nas rochas se oxidaram foi possível um acúmulo do gás na atmosfera. A deposição das camadas de óxido de ferro se deu principalmente em torno de 2,5 a 2 Ga.


Acredita-se que as algas azuis tenham sido as principais responsáveis por esta grande acumulação de oxigênio, posto que nos oceanos apareceram as formas de vida eucarionte. Em torno de um bilhão de anos atrás muitos outros tipos de algas começaram a aparecer no registro de fósseis, incluindo as algas verdes e vermelhas.


Foi durante o Proterozóico que se formaram os continentes e que se iniciaram os movimentos da tectônica de placas. Por volta de 900 Ma as massas continentais pareciam estar reunidas no supercontinente Rodinia que irá sofrer uma fragmentação no final do Proterozóico, a qual dará origem aos paleocontinentes da Laurêntia (América do Norte, Escócia, Irlanda do Norte, Groenlândia), Báltica (parte centro-norte da Europa), Sibéria unida ao Cazaquistão e Gonduana (América do Sul, África, Austrália, Antártida, Índia, Península Ibéria – sul da França).



[editar] Páginas relacionadas




[editar] Ligações externas









  Este artigo é um esboço sobre Geologia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.






Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *