O que é uma corneta de madeira?








Wikipedia: Facilitando sua Vida.






Ajude a Wikipedia: um projeto sem fins lucrativos.




Ajude a Wikipedia: um projeto sem fins lucrativos. — Doe agora

Corneta de madeira



Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.









Este artigo ou secção encontra-se parcialmente em língua estrangeira. Ajude e colabore com a tradução.

O trecho em língua estrangeira encontra-se oculto, sendo visível apenas ao editar a página.





Três cornetas de madeira

A corneta de madeira é um instrumento de sopro antigo, do período renascentista. Não deve ser confundido com a corneta de pistões.



[editar] Construção


A corneta de madeira tem a forma de um tubo, tipicamente com cerca 60 centímetros de longo, feito de madeira, marfim, ou no caso de alguns modelos reconstruídos modernos, ebonite, com tocar comum aos instrumentos de madeira. A seção atravessada do instrumento normalmente é octogonal e é tido de couro, com os buracos que penetram esta coberta. A corneta está ligeiramente curvada, normalmente para a direita, melhorando o conforto do intérprete que então toca os buracos superiores com a mão esquerda e o inferior com a direita: esta posição é praticamente o padrão para os instrumentos de madeira. Ao fim superior do instrumento há um bocal pequeno, do tipo desses usado nos instrumentos de metal onde a vibração é gerada com os lábios.


Por isto a corneta é um instrumento de construção incomum entre instrumentos de sopro; um corpo ao estilo dos de madeira (clarinete, flauta doce, fagote), com um bocal – e por conseqüência a geração do som – para o estilo dos metais (trombone, trompete, corneta). Vários especialistas asseguram que a última característica é a mais importante, com o que classificam a corneta entre os metais. Em particular o sistema de classificação de instrumentos de Hornbostel-Sachs, localiza ao instrumento entre as trompetes. Os intérpretes puristas da corneta tendem a usar um bocal menor, o mesmo que precisam para poder interpretar instrumentos de metal modernos, outra opção é tornear a base dos bocais atuais de forma que eles possam calçar no corpo da corneta.



[editar] Ligações externas










Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *