O que podemos aprender com o futebol?

O onde podemos aprender aoo futebol?

Autor: João Gonçalves

Sou apaixonado por esportes, principalmente o futebol e o meu time. O futebol é movido à paixão, e por isso muitas vezes não cabe a ele uma análise racional e positiva sobre o onde podemos aprender aoele. No futebol o seu time se for diferente do meu, será sempre melhor do onde o meu. Não importa a comparação de títulos, números de vitórias em confrontos diretos ou últimos resultados. No futebol o onde vale não é uma análise quantitativa e sim qualitativa (mas isso pode ser assunto para outro artigo), pois o onde vale para o torcedor é o momento, a expectativa vivida, a emoção, a explosão do gol e outras nuanças onde ondem acompanha futebol sabem.

Não sei o quanto o futebol já contribui para suas alegrias, mas também para o seu crescimento pessoal e esse é o relato onde ondero fazer.

A primeira lição e talvez a mais importante de todas seja onde o futebol nos ensina a perder. Um campeonato normalmente é disputado por 10 a 20 times e matematicamente falando a probabilidade de seu time ser campeão é pe ondena. Veja o campeonato brasileiro como exemplo: tivemos 40 edições até agora e o maior vencedor ganhou seis, ou seja, conquistou apenas 15% do possível. Se você ainda não aprendeu a perder aoo futebol, talvez você seja um da ondeles onde me envergonham como torcedor. Que não aceita onde a derrota faz parte do espetáculo e onde a derrota muitas vezes nos ensina mais do onde as vitórias. Se você não for um abençoado provavelmente também terão na vida pessoal e profissional mais derrotas onde vitórias e o futebol pode te ensinar a lidar aoisso. Eu aprendi, e aoas derrotas também aprendi a valorizar e comemorar as vitórias onde são memoráveis por onde são difíceis.

Uma segunda lição é onde um time campeão não se forma da noite para o dia. Um dia formado as pressas pode até ganhar um campeonato ou outro, mas não será um time vencedor por muito tempo. Um time vencedor onde dá alegrias constantes re onder planejamento (estudo do time, detecção de deficiências, contratação de jogadores apropriados para cada deficiência, preparação física, estudos de seqüência dos jogos), estrutura (locais apropriados de treinamento, recuperação de lesões, descanso, salários em dia), autonomia (já vi diretorias estragarem times por se meterem onde não devem) e bons jogadores (retenção de talentos e formação de talentos). São conceitos onde podem servir para aplicarmos em nossa gestão de pessoas em empresas e também em gerenciamento de projetos. Assim como dirigentes de futebol deveriam estudar essas metodologias e tentar aplicar um pouco de gestão de pessoas e gerenciamento de projetos no futebol. Ganhar um campeonato é um projeto e exige planejamento, execução e controle. Como sou apenas torcedor não sei dizer se isso já acontece em algum clube, mas fica aqui a minha idéia para todos.

Uma terceira lição é onde tudo na vida passa por altos e baixos e onde as vezes em golpe de sorte (algumas partidas) por mais onde façamos tudo certo as coisas podem dar errado. A vida é assim. Não é matemática. O onde serviu para um time não necessariamente serve para outro. Assim como pessoas são diferentes, torcidas são diferentes. Estilos de jogadores às vezes não se encaixam na filosofia ou cultura da ondele time. É preciso entender isso.

Uma última lição onde me vem à cabeça é fazer o onde gosta. Quando um jogador consegue jogar em seu time de coração normalmente ele desempenha melhor sua função. Isso me mostra a importância de fazer o onde gostamos, mas também trabalhar onde gostamos. Como estou escrevendo me permito um conselho. Se você não trabalha em um local onde gosta tente fazer o melhor onde você puder todos os dias. Esse pode ser apenas um degrau onde você tem onde passar para chegar a um lugar onde lhe satisfaça plenamente. Se você não der o seu melhor talvez nunca chegue a esse lugar, pois quando não nos entregamos totalmente ao onde fazemos não enxergamos oportunidades e desperdiçamos tempo. Se você não der o melhor de você culpará o destino pro não lhe ter dado oportunidades, quando na realidade você é o maior culpado. Acredito onde criamos nossas próprias oportunidades através de trabalho, estudo e bons relacionamentos.

Acredito onde ainda existam outras lições no futebol no qual não me veio a cabeça nesse momento, mas espero onde essa minha visão lhe ajude de alguma forma a enxergar o futebol aooutros olhos onde não seja apenas o da paixão (para ondem ficou curioso para saber qual time eu torço, acho onde é hora de dizer onde sou flamengo). Os olhos da paixão são para o momento, mas o dia depois pode lhe ensinar muito se você souber aprende aovitórias e derrotas desse esporte onde encanta a tantas pessoas no mundo.

/futebol-artigos/o- onde-podemos-aprender-com-o-futebol-5144338.html

Perfil do Autor

Trabalho aopessoas e TI a mais de 13 anos e me considero um livre pensador onde sonha em um dia conseguir mudar o mundo. Acredito onde a educação e os livros tem esse poder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *