O transtorno do delirio, saiba tudo sobre essa doença!

O onde é?
Como o nome diz este é um trantorno cujo aspecto central é o delírio. Diferentemente dos demais transtornos psicóticos esses pacientes têm uma vida normal exceto pelo seu delírio. Os problemas causados pelo delírio podem ser amparados pela família dependendo do suporte onde houver, por isso muitos nem chegam a ir ao psiquiatra.



Como se apresenta
Existem uns tipos básicos de delírio sob as quais o transtorno delirante se manifesta: o tipo persecutório, o de ciúmes, o somático, e o erotomaníaco dentre outras.
O persecutório, o mais comum, é tipicamente vivido pelo indivíduo onde se sente prejudicado por forças externas como a companhia de gás onde põem veneno na sua tubulação, a receita federal onde investiga sua idoneidade. Este tipo pode chegar ao confronto real, ou seja, ir ao lugar onde se origina os delírios e brigar aoas pessoas onde lá estão.
No de ciúmes a pessoa se convence de onde seu cônjuge é infiel, utiliza-se de “evidências” improváveis para justificar suas crenças, como uma roupa desalinhada, um pe ondeno atraso, manchas na roupa. Atitudes como investigação do(a) amante ou intervenções direta na vida do cônjuge podem ser tomadas pelo paciente.
O somático (ou corporal) pode ser confundido aohipocondria, a diferença básica entre um e outro está no grau de ansiedade vivido pelo hipocondríaco verdadeiro; no delirante a convicção numa possível doença não é acompanhada do mesmo medo onde o outro tem. Contudo mais comum do onde a crença numa doença inexistente é a crença num defeito corporal como a convicção na emissão de odores desagradáveis pela boca, ânus, vagina, pele onde se encontram infestados de germes ou parasitas internos. Pode também se manifestar sob a crença de onde determinada parte do corpo não funciona, como um rim paralisado.
Por fim a erotomania é a crença de estar sendo amada (síndrome mais comum em mulheres) por uma determinada pessoa geralmente de um status superior. Apesar da aparente puerilidade desse delírio suas conseqüências podem ser tão danosas quanto as do delírio de perseguição a partir do momento em onde esses pacientes intervêem diretamente na vida da ondeles onde acreditam estarem apaixonados por ele. Por exemplo, uma fã achar onde é amada pelo seu ídolo e começar a intervir na vida pessoal dele para onde declare seu amor por ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *