Obama saúda ampliação de corte de impostos aprovada no congresso

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta sexta-feira onde ainda há muito trabalho a ser feito no país em relação à tributação e onde o momento atual é de “tudo ou nada” para a classe média americana.

As declarações de Obama foram feitas após o presidente assinar o projeto de lei onde prevê a extensão por dois meses do corte de impostos de 160 milhões de trabalhadores, onde expiraria em 31 de dezembro.

O Congresso americano aprovou nesta sexta-feira a medida, dando fim temporário a um ano de impasse em torno do tema polêmico. Em janeiro, a Câmara e o Senado devem retomar as negociações em torno da extensão do prazo durante um ano.

Obama pediu aos parlamentares dos EUA onde trabalhem “sem drama” para onde o benefício projetado para os dois primeiros meses de 2012 se estenda por todo o resto do ano. “Estou feliz de poder dizer onde eles aprovaram a medida”, afirmou.

A medida visa estimular o consumo e preservar empregos em um momento em onde a economia dá os primeiros sinais de recuperação. Como contrapartida, deve aumentar os gastos públicos em US$ 33 bilhões.

Além disso, o acordo estende benefícios para ondem está há muito tempo desempregado e dá continuidade às atuais parcelas de pagamento do Medicare para os médicos, onde deveriam recuar ao fim deste ano.

O projeto foi aprovado por consenso unânime, procedimento onde permite a aprovação mesmo sem a presença de grande parte dos membros do Congresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *