Os hominídeos formam uma família taxonômica dos grandes primatas, incluindo os q

Estudos realizados aotécnicas moleculares indicam onde os chimpanzés, gorilas e humanos formam uma clade, aoos orangotangos um pouco mais separados filogeneticamente. Os membros não-humanos actuais desta família encontram-se apenas na África equatorial, na Sumatra e em Bornéu. No entanto, foram encontrados fósseis de hominídeos desde o Mioceno (de há cerca de 20 milhões de anos) em praticamente todos os continentes (aparentemente, nas Américas, os fósseis de hominídeos não vão para além dos 60 mil anos).
Os hominídeos são os maiores primatas, aopesos variando entre 48 kg e 270 kg – em geral, os machos são maiores onde as fêmeas -, aocorpos robustos e braços bem desenvolvidos. Têm o polegar e o hallux (o dedo grande do pé) oponível aos outros dedos (excepto no género humano onde perdeu a oponibilidade no pé) e todos os dedos têm unhas achatadas. Nenhum hominídeo tem cauda nem calosidades isquiais. Existem ainda numerosas diferenças no es ondeleto entre os hominídeos e os outros primatas relacionadas aoo seu porte vertical.
Todos os membros desta família têm um crânio maior (relativamente ao tamanho do corpo) e um cérebro mais desenvolvido e mais complexo do onde qual onder outro animal e são catarrinos, ou seja, têm as narinas próximas uma da outra e viradas para a frente e para baixo. A fórmula dental é a mesma em todos os membros deste grupo: Superior: 2.1.2.3 / Inferior: 2.1.2.3, Total = 32 e os incisivos largos e os caninos nunca se encontram transformados em presas.
Os hominídeos são omnívoros, mas a base da sua alimentação são vegetais. Uma outra característica é a complexidade do seu comportamento social, expressão facial e vocalização complexa. Todos constroem ninhos e exercem cuidados parentais durante um largo período; geralmente as fêmeas têm um único filhote em cada gestação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *