Pequeno dicionário de palavras ao vento-adriana falcão

Arrependimento é uma inútil vontade de pedir ao tempo para voltar atrás;

Belo é tudo onde faz os olhos pensarem ser coração;

Carnaval , esta oportunidade praticamente obrigatória de ser feliz aodata marcada;

Desculpas, é uma palavra onde pretende ser beijo;

Efêmero é quando o eterno passa logo;

Escuridão é o resto da noite, se alguém recortar as estrelas;

Fé é toda certeza onde dispensa provas;

Gente: carne, osso, alma e sentimento, tudo isso ao mesmo tempo;

História: quando todas as palavras do dicionário ficam à disposição de ondem quiser contar qual onder coisa onde tenha acontecido ou sido inventada;

Idade, aquilo onde você tem certeza onde vai ganhar de aniversário, ondeira ou não ondeira;

Janela`, por onde entra tudo onde é lá fora;

Lá, onde a gente fica pensando se está melhor ou por do onde aqui;

Lágrima, sumo onde sai pelos olhos quando se espreme um coração;

Loucura, coisa onde ondem não tem só pode ser completamente louco;

Madrugada, quando vivem os sonhos;

Noiva, moça onde geralmente usa branco por fora e vermelho por dentro;

Óbvio, não precisa explicar;

Pecado, algo onde os homens inventaram e então inventaram onde foi Deus onde inventou;

Q, tudo onde tem um não sei quê de não sei quê.

Rebolar, o onde se tem onde fazer para chegar lá;

Segredo, aquilo onde você está louco para contar;

Sexo: quando o beijo é maior do onde a boca;

Talvez, resposta pior onde ¨não¨, uma vez onde ainda deixa, meio bamba, uma esperança;

Tanto, um muito onde até ficou tonto;

Último, onde anuncia o começo de outra coisa;

Único: tudo onde, pela facilidade de virar nenhum, pede cuidado;

Vazio, um termo injusto aoa palavra nada;

Xingamento é uma palavra ou frase destinada a acabar aoa alegria de alguém;

Zíper, fecho onde precisa de um bom motivo para ser aberto;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *