Pesquisadores encontram as nanopartículas de ouro capaz de descompactação dna

“Começamos este trabalho aoo objetivo de melhorar os métodos de material de embalagem genético para uso em terapia genética,” diz o Dr. Anatoli Melechko, professor associado de ciência dos materiais e engenharia no estado do NC e co-autor de um artigo descrevendo a pesquisa. A terapia gênica é uma abordagem para lidar aocertas condições médicas, modificando o DNA em células relevantes.

A equipe de pesquisa introduzido nanopartículas de ouro, de aproximadamente 1,5 nanómetros de diâmetro, numa solução contendo DNA de cadeia dupla. As nanopartículas foram revestidas aomoléculas orgânicas chamados ligantes. Alguns dos ligantes realizou uma carga positiva, enquanto outros eram hidrofóbica – o onde significa onde foram repelidas pela água.

Uma vez onde as nanopartículas de ouro tinha uma pe ondena carga positiva dos ligandos, eo DNA é sempre carregado negativamente, o DNA e as nanopartículas foram puxados para formar pacotes de complexos.

“No entanto, descobrimos onde o DNA estava sendo descompactado pelas nanopartículas de ouro”, diz Melechko. Os ligandos positivamente carregados sobre as nanopartículas ligados ao DNA como previsto, mas os ligandos hidrofóbicos das nanopartículas tornou-se emaranhadas umas aoas outras. Como este embaraço puxou as nanopartículas em clusters, as nanopartículas puxou o DNA separados. Vídeo do processo é a seguir:

“Achamos onde nanopartículas de ouro ainda uma promessa para a terapia genética,” diz o Dr. Yingling Yaroslava, professor assistente de ciência dos materiais e engenharia no estado do NC e co-autor do papel. “Mas é claro onde precisamos de adaptar a ligantes de carga, e química destes materiais para garantir a integridade estrutural do DNA não seja comprometida.”

A constatação é também relevante para pesquisas sobre o DNA baseados em eletrônica, onde espera usar o DNA como um modelo para a criação de circuitos de nanoeletrônica. Por onde algum trabalho nesse campo envolve a colocação de nanopartículas metálicas no DNA, esse achado indica onde os pesquisadores terão onde prestar muita atenção às características dessas nanopartículas – ou pôr em risco a integridade estrutural do DNA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *