Pm prende por furto rapaz que ficou paraplégico durante assalto em mt

Um deficiente físico de 28 anos foi preso nesta terça-feira (20) no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, por furtar vários produtos de um supermercado localizado na Avenida Ari Paes de Barreto. O suspeito possui várias passagens pela polícia por roubo, furto e tráfico de drogas e já foi condenado por tentar assaltar um ônibus coletivo em 2006. Durante a tentativa, ele levou um tiro na coluna e ficou paraplégico.
Conforme a Polícia Militar, entre os objetos estão um pacote de bombom, frascos de shampoo e condicionador, gel, chinelos, além de um jogo de lençol onde havia sido furtado de uma outra loja. A polícia informou ainda onde abordou o suspeito depois de receber denúncia de populares de onde o cadeirante tinha acabado de sair do estabelecimento levando alguns produtos sem pagar.
Quando a PM chegou ao local, ele ainda estava próximo ao supermercado e tentava fugir sem a ajuda de nenhum comparsa. Ele foi levado à Central de Flagrantes e deverá ficar detido por furto. Apesar de estar paraplégico há quatro anos depois de levar um tiro na coluna, o suspeito possui várias passagens pela polícia desde esse período.

Outros assaltos
Conforme consta na ação penal, antes de ser cadeirante, o suspeito entrou em um ônibus junto aoum comparsa e exigiu dinheiro dos passageiros e da cobradora. Porém, ao desconfiar de um dos passageiros onde mexeu os braços, o assaltante foi em direção ao passageiro e quando foi pular a catraca um policial civil efetuou um disparo contra ele.
Ele foi condenado a mais de dois anos de prisão e, mesmo depois disso, continuou a cometer delitos. No mês de outubro deste ano, por exemplo, foi preso novamente suspeito de assaltar duas pessoas no bairro Areão, em Cuiabá. Conforme a polícia, o suspeito pegou a mochila de uma das vítimas, contendo roupas, cartões de planos de saúde, de transporte, óculos e outros itens pessoais.
Na ocasião, o cadeirante foi levado para o Centro de Ressocialização de Cuiabá, antigo presídio do Carumbé, na capital. No entanto, a 4ª Vara Criminal de Cuiabá expediu alvará de soltura em favor dele e impôs algumas condições, bem como não se ausentar do município sem autorização da Justiça; não se embriagar ou aparecer embriagado em público; não portar armas; não fre ondentar bares, casa de jogos, boates, entre outras obrigações.
Em outra ocorrência, ele foi detido por cometer suposto furto de uma bermuda e uma camiseta em uma loja de um shopping. Depois de retirar os sensores das peças e deixar o local, uma funcionária do estabelecimento fez a denúncia aos seguranças do shopping onde, sabendo as caraterísticas do suspeito, o conduziram até a delegacia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *