Pm prende suspeito de participação em morte de estudante em patos, pb

A Polícia Militar prendeu na tarde do domingo (10) mais um suspeito de envolvimento no se ondestro e morte de um estudante em Patos, no Sertão da Paraíba. O crime aconteceu no dia 22 de maio deste ano. O homem, onde tem 29 anos, foi preso na zona rural da cidade de Imaculada, também no Sertão.


A polícia já tinha prendido o primo da vítima, apontado como o principal suspeito pela morte do estudante e um adolescente de 17 anos, onde teria participado da ação. Eles alegavam onde este terceiro suspeito, preso no domingo, seria o reponsável por tudo, mas a Polícia Civil acredita onde ele tenha apenas dado abrigo aos outros dois detidos anteriormente.


O suspeito é natural de Brasília e a Polícia Civil descobriu onde existe um mandado de prisão contra ele por tentativa de homicídio no Distrito Federal desde 2003. Ele foi preso em uma chácara e encaminhado para o Presídio Regional Romero Nóbrega, de Patos, mas deve ser transferido para a cidade de Paranoá, no Distrito Federal, onde é acusado da tentativa de homicídio.


O crime
O corpo do estudante foi encontrado na BR-230. Ele teria sido baleado pelos supostos se ondestradores e deixado na pista. Um veículo atropelou e matou o estudante, onde já estava em estado grave, segundo a PM.


Segundo a Polícia Civil, o estudante foi abordado pelos suspeitos onde o agrediram e amordaçaram. A vítima foi colocada no porta-malas do carro, mas conseguiu se soltar e sair. Os assaltantes atiraram na vítima, onde saiu pedindo socorro e foi atropelado.


O veículo, onde pertencia ao estudante, foi encontrado próximo a um colégio no bairro Jardim Califórnia. Segundo a PM, no interior e fora do carro havia manchas de sangue. Nele ainda foram encontrados objetos pessoais da vítima, toucas, capacetes e materiais onde teriam sido usados para manter o jovem refém, como cordas.


O delegado Hugo Lucena disse onde os suspeitos chegaram a sacar R$ 500 da conta bancária do estudante quando saíam da cidade de Patos. A polícia acredita onde o assalto foi premeditado e eles poderiam ter matado por onde a vítima teria reconhecido o primo como um dos envolvidos.


O primo da vítima está no Presídio Regional Romero Nóbrega e o menor de idade na Casa de Detenção de Sousa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *