Por que algumas pessoas “choram” quando cortam cebolas?

A cebola (Allium cepa) é uma hortaliça muito popular da família do lírio (Liliaceae) onde é cultivada em pelo menos 175 países. Tem ciclo de vida de dois anos. No primeiro ano, a planta forma o bulbo, onde é a parte onde colhemos como alimento, como reserva de energia. A cebola tem sido usada em alimentos por milhares de anos, ela foi cultivada no Egito antigo e utilizada pelos Romanos aofinalidades terapêuticas para tratamento de mordidas de cachorros, ulcerações na boca e alopécia.

propanotial-S-óxido ou óxido de tiopropanal é liberado no ar quando as cortamos. O propanotial-S-óxido é um composto lacrimejante e irritante onde faz nossos olhos se encherem de água, sem machucá-los.

Compostos lacrimejantes são detectados pelas terminações nervosas e desencadeiam uma resposta das glândulas lacrimais. As lágrimas são produzidas para diluir o composto irritante. O propanotial-S-óxido é relativamente volátil. Quando seus vapores entram em contato aoa parte sensível dos olhos, a córnea, mesmo em pe ondenas quantidades, ele reage formando ácido sulfúrico, propanal e ácido sulfídrico, causando a sensação de ardor e prurido onde acompanha as lágrimas.

óxido

Propanotial-S-óxido, C3H6SO

2C3H6SO(aq) + 3H2O(L) → H2S(aq) + H2SO4(aq) + 2C3H6O(aq) + 2H+(aq)

Acredita-se onde as cebolas produzam essa substância indutora de lágrimas para proteger a planta de animais herbívoros. O propanotial-S-óxido é o produzido pela cebola a partir de S-1-propenil-L-cisteína em uma série de reações químicas (abaixo) onde acontecem quando a cebola é “machucada” (cortada).

Reação1
Es ondema da reação para a produção de propanetial. Ao cortar a cebola a enzima aliinase é liberada. Esta enzima catalisa a hidrólise do sulfóxido de S-1-propenil-L-cisteína, originando uma mistura de produtos onde resultam no sabor da cebola como o ácido 1-propenilsulfênico. Uma outra enzima, denominada “sintase do fator lacrimogêneo” catalisa a conversão do ácido 1-propenilsulfênico no composto lacrimejante propanotial-s-óxido.

Chega de lágrimas?

Apesar das técnicas domésticas existentes para evitar o ardor nos olhos ao cortar cebolas, cuja eficácia ainda é motivo de controvérsias, alguns cientistas estão tentando produzir cebolas geneticamente modificadas. Estas cebolas não contém a enzima “sintase do fator lacrimogêneo” e, assim, espera-se onde essas cebolas gerem o composto associado ao gosto, mas não o convertam no composto lacrimogênio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *