POR QUE DEVO REJEITAR AS OBRAS DO MUNDO ?


2 Coríntios 10.1 Eu Paulo, por minha parte, vos exorto pela mansidão e clemência de Cristo, eu que, estando presente, sou humilde entre vós, porém estando ausente, sou ousado para convosco; sim, vos rogo que, estando eu presente, não seja ousado com a confiança com que me proponho ser atrevido para com alguns que nos julgam, como se andássemos segundo a carne. Pois, vivendo na carne, não militamos segundo a carne (porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em Deus para demolição de fortalezas),derribando raciocínios e toda a altura que se levanta contra a ciência de Deus, e levando a cativeiro todo o pensamento para a obediência a Cristo, e estando prontos para punir toda a desobediência, quando a vossa obediência for cumprida. Olhais as coisas segundo a aparência. Se alguém confia em si que é de Cristo, julgue isto consigo outra vez, que, assim como ele é de Cristo, assim também nós o somos.


Como já estudamos em outras lições, os tempos são trabalhosos, e para que eu possa receber o meu pagamento é necessário que eu tenha conhecimento naquilo que me proponho a desenvolver. Muitos cristãos féis, estão procurando o conhecimento doutrinário da Palavra de Deus, comofonte de piedade às coisas de Deus. Deus está despertando uma geração de pessoas compromissadas com suas VERDADES. O Espírito Santo tem levado os adoradores à busca da Santificação na medida em que estes adoradores vão crescendo no conhecimento da operação da Graça em suas vidas. Eis que a Palavra santifica e faz brotar os Frutos do Arrependimento, que transforma conceitosantigos em novidade de vida.Que nos faz resistir aos apelos do mundo. Que nos liberta do jugo de satanás em relação às coisas que aprisionam nossa atenção.


Vivemos numa sociedade de relatividade, hoje tão filosófica quanto individualista. Cada um é dono do seu mundo e o mundo é alterado pela famigeradaglobalização. Tudo tornou-se “padrão internacional”, num salve-se quem puder.


A Palavra fala que Jesus “deve”ser tudo em todos. Infelizmente muitos homens o tem como um grande investimento, que vende, que é garoto propaganda de suas mercadorias e de seus negócios. Até dentro da igreja muitos o tem como alguém em quem se possa investir com lucro garantido. É uma lástima quealguns se dizendo apascentadores, transformem a fé dos desapercebidos em um grande negócio rentável, tirando para si, lucro do evangelho.


Como cultura religiosa, que se transforma segundo as necessidades de cada rebanho em cada tempo, os homens são levados por ventos de doutrina que assolam algumas igrejas, fazendo dela, meio de intentos, quer religioso, quer político ou de massa de manobras para barganha pessoal com administrações interesseiras. Uma lástima. Sabemos que O Dirigente Maior é Cristo, mas alguns se utilizam da força do Evangelho para tirarem proveito terreno e pessoal, tornado-se imorais e principalmente anti-cristão. Desprezando o Reino de Deus. Meu coração é meu tesouro. Onde tem estado o nosso coração?


Algumas vezes tornamo-nos tão amigos das coisas do mundo as quais nos dão prazer, que esquecemos de viver as coisas que Deus prometeu em conceder aqueles que se dispuseremandar segundo os seus mandamentos e preceitos. Alguns apegam-se no querem realizar suas ambições e esquecem-se de olhar para O Alto e suas dádivas.


Sabemos que as leis humanas são tendenciosas e maquiavélicas. Algumas são de concepções demoníacas, as quais procuram no seu bojo o emprego da desestruturação social e no calar da divulgação da soberana vontade de Deus na vida dos homens. Caso da lei homofôbica, que procurando destruir valores humanos de tradições passadas em geração à geração, tem procurado levar o homem e suas instituições para longe da sua raiz natural, ou seja, a concepção familiar. Eis que homem com homem é impossível a perpetuação da espécie, mesmo que adotem filhos de outros, e que se digam amar o próximo e entender às suas necessidades, jamais serão considerados família perante Deus. No caso das células embrionárias, a mortandade de fetos, ronda o universo da ganância e do egoísmo, pois segundo o poder aquisitivo e segundo conveniências fatalmente alguns se corromperão. É um afronto à moral e anti-bíblico e ao conceito da criação na perpetuação da vida como dom de Deus à toda humanidade.


Na educação pessoas influenciadas tem colocado nas grades curriculares, ensinamentos avessos à Palavra de Deus, enfocando sempre um Deus que possa ser Deus empartes. E que precise que homens provem que Ele nunca tenha Sido, ou seja, um Deus que nada fez, e que por não ter feito, surgiu a natureza como produto de adaptações bio-orgânicas e fruto da genética molecular, em diversas teorias de evoluções que de tão evoluídas, tem aprisionado a alma de seus idealizadores.


Agora se anunciou à toda terra que os homens se dispuseram a fazer uma experiência que lhes absorveu 14 anos na construção da maior máquina em que se propunha provar a existência do Big Ben. Então, como não repudiar estas coisas se não nos dispusermos ao crer na Palavra do Nosso Deus e em buscarter conhecimento do seu agir ?


Os homens sempre precisaram adorar a um Deus. Nós simplesmente nos propusemos a tê-Lo por Deus e a quem temos por Senhor, nos recomenda uma série de preceitos em que deixou revelado alguns dos seus mandamentos. Também lá está que tudo quanto foi escrito e determinado é para o nosso próprio bem.


Na concepção “Casal” existe quando pessoas de sexos opostos se unem num tratado entre macho e fêmea. Dizer em ser pais em adoção de crianças, que tipo de crianças ou que valores sociais esta geração estará plantando nos destinos da humanidade, caso Jesus não volte nos próximos dias ?


Amar o mundo e querer ardentemente o que no mundo há, é desprezar a harmonia dos ensinamentos bíblicos, numa vida infrutífera perante os céus, onde a soberana recompensa está na expectativa de um novo céu e de uma nova terra. Fora disso, não há sentido. Ou observamos os mandamentos deixados ou então, é como falam as escrituras : Sacrifício de tolo.Se desejarmos os prazeres do mundo, tornamo-nos inimigo de Deus, eis que sua Palavra fala que: Tiago 4:4Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.


Alguns aspectos do mundo que fiéis ainda guardam dentro de si, referem-se a natureza pecaminosa do homem. É uma luta constante entre mortificar a carne e subjugar o espírito humano, tais como a nossa visão das coisas que relutamos, na nossa percepção do nosso orgulho, da nossa inveja, da nossa descrença e no nosso egoísmo.


Para os que são regenerados pelo fruto do amor de Deus, estes não aceitam passivamente as coisas do mundo que os querem subjugar e enlaçar em suas concupcências. Os valoresem seus corações os levam à buscar algo além da compreensão natural. Não são acomodados, procuram se consagrar ao seu Senhor, numa luta constante entre a natureza caída e a regeneração na qual foram inseridos.


A transformação da mente está em deixar de lado a banalização da crença, onde o mundo não entende por ainda não ter testificado do amor de Deus, por ter enviado o Seu Filho Unigênito à morrer por todos, mesmo que estes não O aceitem pelo que Ele representa: SALVAÇÃO DA HUMANIDADE.


O Profeta Oséias no seu livro 4.6, fala que o povo foi destruído porque lhes faltava o conhecimento das coisas de Deus. Foi assim, com aquele povo e ainda é em nossos dias, só que a nós, nos é recomendado o seguinte no mesmo livro de Oséias 6:3 : Conheçamos, e prossigamos em conhecer a Jeová; a sua saída é certa como a alva; e ele descerá sobre nós como a chuva, como a chuva serôdia que rega a terra.


É de pouco em pouco, mas na constância, de dia em dia e de fé em fé.


Valdir Carvalho – Cascavel – Pr19.9.2008