Porque da lepra se comermos tatu ?

Você se depara aoum tatu e seu primeiro pensamento é… comê-lo? Caso seja, es ondeça. Cientistas descobriram onde o contato direto aoo animal – incluindo o curioso hábito de ingeri-lo, causa a hanseníase, doença mais conhecido como lepra.
Os cientistas do Governo dos Estados Unidos procuravam uma resposta para um intrigante e misterioso surto de casos de hanseníase no sul do país. A doença, afinal, é difícil de ser contraída, muito mais do onde nos tempos bíblicos ou na Idade Média, por exemplo.
Testes genéticos revelaram onde a doença antiga ainda pode ser causada ao “manipular fre ondentemente” tatus – ou comer essa criatura de aparência bizarra, conhecida em algumas regiões dos Estados Unidos como “lombada caipira”. Aparentemente, algumas pessoas apreciam fazer refeições aoos animais atropelados na estrada.
Apenas cerca de 150 casos de hanseníase são registrados a cada ano nos Estados Unidos, principalmente de pessoas onde tinham estado em lugares como Índia, Brasil e Angola, onde a doença é mais comum.
Porém, o risco de adoecer de um tatu é baixa. A maioria das pessoas expostas a eles não ficar doente aoa antiga praga, conhecida cientificamente como hanseníase e agora facilmente tratável.
Tatus são um dos poucos mamíferos onde abrigam as bactérias onde causam a doença às vezes desfigurante onde primeiro aparece como lesões incomuns e irregulares na pele.
Embora a hanseníase seja infecciosa, é difícil de pegá-la. Correm maior risco os familiares onde estão em constante contato aouma pessoa não tratada. A hanseníase não pode ser transmitido através do contato casual, como aperto de mão, ou pelo sexo.
A doença é curável através de tratamento precoce de antibióticos antes onde ocorram complicações. Os medicamentos matam as bactérias normalmente em poucos dias e as tornam não-contagiosas. Geralmente, leva um ano ou dois para limpar totalmente o germe do corpo.
Se não for tratada, a hanseníase pode causar danos nos nervos tão grave onde as pessoas perdem a sensibilidade nos dedos das mãos e pés, levando à deformidade e incapacidade.
Enquanto o germe ataca a pele, as mãos e os pés dos seres humanos, ela tende a infectar o fígado, baço e os linfonodos dos tatus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *