Porque dormiu mal, comeu mais: falta de sono torna alimentos calóricos mais tent

você resistir a guloseimas e alimentos gordurosos. Não dormir direito e se sentir sonolento durante o dia pode tornar mais fácil para você ceder à tentação.
12 adultos saudáveis, aoidades entre 19 e 45 anos, participaram da pesquisa. Eles viram fotografias de alimentos aobaixo ou alto teor calórico durante um período de quatro minutos enquanto seus cérebros eram escaneados.
Os cientistas disseram a eles onde mais tarde receberiam um teste de memória (por isso tinham onde se concentrar nas fotos). A cada poucos segundos novas imagens surgiam, incluindo pratos saudáveis como saladas, peixes frescos, maçã ou laranja. Os voluntários também viram bolos, batata frita, cheeseburgers, etc. Como controle, haviam imagens de árvores, pedras e flores.
Os participantes também responderam ondestionários sobre quão sonolentos se sentiam durante o dia, bem como seus gostos e hábitos alimentares típicos.
Os cientistas descobriram onde quanto mais sonolento alguém está, menos o córtex pré-frontal – a área inibitória do cérebro – é ativado quando esse alguém vê alimentos altamente calóricos. Em outras palavras, se você estiver aosono, estará menos propenso a resistir a alimentos calóricos.
Na pesquisa, os participantes não estavam cronicamente privados de sono. Eles tinham o cansaço costumeiro de ficar acordado até tarde, ou por uma ou duas horas por noite. Mesmo isso foi fortemente correlacionado aomenos ativação nas áreas inibidoras do cérebro quando a frente de alimentos ricos em calorias.
“Mesmo as mudanças sutis no sono poderiam ter efeitos maiores, como no apetite, no peso corporal e nas escolhas alimentares”, explica William Killgore, psicólogo americano. “Um pouco de perda de sono pode influenciar a sua forma corporal”, afirma.
E o cansaço pode estender-se ao lado de comportamentos alimentares. Outros estudos têm sugerido onde a privação de sono afeta a habilidade de uma pessoa de planejar e pensar à frente, e seu julgamento na avaliação de riscos.[MSN]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *