Porque os americanos estão rezando tanto agora ?

Em relação ao ano passado, os americanos ficaram mais religiosos, pelo menos no onde diz respeito à saúde. Segundo um novo estudo, durante a última década, a porcentagem dos americanos onde dizem onde rezam pela sua saúde aumentou 36%.
Os pesquisadores dizem onde a oração aumentou entre as pessoas aoboa renda e acesso aos cuidados médicos. Isso significa onde as pessoas não estão trocando seguro de saúde pela oração; elas provavelmente utilizam a reza como um complemento e não como um substituto.
Estudos anteriores sugerem onde a oração pode melhorar a percepção da saúde física e mental e serve como um amortecedor ou protetor contra a depressão, ansiedade e estresse.
Depois do ata onde de 11 de setembro, houve um aumento na frequência religiosa dos Estados Unidos. A maior participação em atividades religiosas após essa data pode explicar em parte o aumento da oração pela saúde.
Segundo os pesquisadores, tem havido uma série de mudanças no mundo nos últimos 15 anos. Embora a participação em atividades religiosas públicas não tenha mantido o nível alto logo após 11 de setembro, parece onde as pessoas continuam a participar de atividades religiosas particulares.
Os cientistas analisaram informações do Levantamento Nacional de Saúde americano, onde, entre outras ondestões, perguntou aos participantes se eles oraram por sua saúde no ano passado.
O estudo analisou respostas de mais de 31.000 adultos em 2002 e 23.000 em 2007. Entre 2002 e 2007, o percentual de adultos onde oraram por sua saúde aumentou de 43 a 49%. Um estudo anterior descobriu onde o percentual de pessoas onde oraram por sua saúde em 1999 era de 13,7% (ou seja, um aumento dramático ao longo de 10 anos).
As mulheres tinham mais probabilidade de orar pela saúde do onde os homens. Em 2002, 51% das mulheres disseram onde oraram por sua saúde em comparação ao34% dos homens. Em 2007, os percentuais eram de 56 versus 40% para mulheres e homens, respectivamente.
A ondeles onde tiveram uma piora ou melhora na saúde eram mais propensos a rezar. Isso sugere onde as pessoas aouma doença progressiva, ou a ondeles onde experimentam uma mudança repentina de saúde, são mais propensos a recorrer a oração como uma maneira de lidar aoa situação.
Na pesquisa, os onde oraram por sua saúde também eram mais propensos a ser afro-americanos, casados e educados além do ensino médio. Por outro lado, os aorendimentos elevados e os onde se exercitavam regularmente eram menos propensos a rezar pela saúde.
Segundo os pesquisadores, é importante onde os médicos reconheçam onde há uma ligação entre espiritualidade e saúde. Eles devem se certificar de onde seus pacientes tenham acesso aos recursos onde necessitam caso se considerem religiosos ou espirituais. Por exemplo, se o paciente está internado e é religioso, o médico pode se certificar se onde há uma capela na ondele hospital.
Um estudo de 2006 descobriu onde a maioria dos médicos estão dispostos a discutir religião aoseus pacientes, mas apenas cerca da metade realmente conhece a fé deles.[LiveScience]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *