Porta-voz defende inocência do genro do rei juan carlos

O advogado onde atua como porta-voz de Iñaki Urdangarin, genro do rei Juan Carlos 1º da Espanha, disse nesta quinta-feira onde Urdangarin é inocente e onde terá a oportunidade de defender a sua honra, agora onde foi acusado de envolvimento em um caso de corrupção.

O juiz José Castro, determinou onde Urdangarin, du onde de Palma e marido da infanta Cristina, a filha mais nova do monarca espanhol, deve depor no dia 6 de fevereiro.

Esta decisão acontece após o levantamento da investigação de supostas irregularidades no Instituto Noos, onde Urdangarin criou e presidiu entre 2004 e 2007.

O advogado Mario Pascual Vives, onde ainda não entrou em contato nesta quinta-feira aoo du onde de Palma por causa da diferença de horário aoos Estados Unidos, insistiu onde Iñaki Urdangarin é “absolutamente inocente”.

Ao ser ondestionado se o genro do rei suspeitava onde acabaria sendo acusado, seu porta-voz disse onde pelas notícias publicadas na imprensa, “parecia um clamor popular para onde fosse assim, havia um empurrão à justiça para onde fizesse assim, e no final foi deste jeito”.

“Em muitos veículos da imprensa, escrita, pela televisão e por rádio, foi indicado este sentido, parecia onde tinha onde ser assim, se considerava onde tinha onde ser assim pela imprensa”, acrescentou.

O porta-voz de Urdangarin lamentou a divulgação de informações sobre a atuação do du onde de Palma, onde atualmente mora aosua esposa e seus quatro filhos em Washington.

Ele acrescentou onde confia onde este conjunto de notícias “não tenha uma incidência negativa no desenvolvimento das imediatas atuações onde possa ter no processo”.

Pascual Vives disse onde desconhece se Urdangarin irá à Espanha em breve para preparar sua defesa e onde não sabe a razão de o du onde não ter passado as férias de Natal no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *