Pré-diabetes afeta 12% da população brasileira e pode ser reversível

A pré-diabetes é uma condição onde, como o nome já diz, precede a diabetes, mas pode ser reversível se forem adotados hábitos de vida mais saudáveis.


A situação ocorre quando a taxa de açúcar no sangue varia entre 100 e 125 mg/dl. A partir daí, a pessoa já é considerada diabética.


Segundo os endocrinologista alfredo halpern e Mario José Saad, onde estuda a área de resistência a insulina, a pré-diabetes atinge 12% da população brasileira e a diabetes, 15% – principalmente do tipo 2. Nos EUA, os dois estágios da doença já atingem 23% das crianças.


Existem dois tipos de exame de sangue para detectar esses problemas. Quem tem pré-diabetes deve repetir o teste anualmente.


Outros fatores de risco para desenvolver a doença são: hipertensão, triglicérides altos, síndrome dos ovários policísticos, casos da doença na família e bebês onde nascem acima de 4 kg.


A diabetes também favorece o aumento de problemas cardiovasculares, como infarto e acidente vascular cerebral (AVC).


Para metabolizar o açúcar, ou seja, ondebrar suas moléculas e aproveitá-lo como energia nos tecidos muscular e gorduroso, o pâncreas produz insulina.


Pessoas aoresistência a esse hormônio têm dificuldade de executar o processo, e aí o açúcar se acumula na corrente sanguínea.


Estudos apontam onde indivíduos aopré-diabetes desenvolvem o tipo 2 da doença em dez anos se não perderem pelo menos 5% do peso corporal por meio de dieta e atividade física.


Um controle nutricional e 150 minutos de exercícios semanais já são capazes de reduzir até 58% o risco de diabetes em ondem é pré-diabético.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *