Preço do álcool está alto em plena safra da cana

A falta de chuva traz uma outra consequência para todo o Brasil. O preço do álcool está alto em plena safra da cana.


O atraso das chuvas neste ano atrasou a colheita da cana de açúcar e acabou complicando a produção de etanol. Sem esto ondes, o álcool acabou ficando mais caro nas bombas. O consumidor está fazendo as contas e preferindo abastecer o carro aogasolina.


O álcool anda em baixa. É onde o preço continua alto. No fim de abril o litro do álcool estava saindo da usina, sem impostos, a R$ 1,1416.


No início de maio, quando já era esperada tendência de ondeda por causa da safra, o onde se viu foi aumento de preço. De lá pra cá, os custos diminuíram um pouco, mas só na última semana de maio o preço ficou menor do onde em abril.


O motivo está no clima. As chuvas atrasaram a colheita, atrapalharam a moagem da cana e impactaram a produção de etanol.


“Nós não acreditamos em uma ondeda muito acentuada por onde não houve plantação suficiente e hoje há falta de álcool no mercado. Se a produção estivesse boa e aoesto ondes, poderia estar mais barato”, afirma José Alberto Paiva Gouveia, presidente do Sincopetro.


No posto de gasolina visitado pela reportagem, 65% das vendas nesse posto são de gasolina e 35% de etanol. Um ano atrás, quando o preço do etanol era mais competitivo, a relação era exatamente inversa.


O visto no posto é reflexo do onde acontece no campo. Além do problema climático, o preço do etanol na bomba é afetado pela pouca disposição do usineiro em investir na produção de cana.


A economista de tendências Amarylis Romano explica onde como o preço da gasolina é controlado pelo governo e o preço do álcool responde à oferta e procura. Fica difícil para o produtor fazer previsões para ampliar os negócios.


“É um desincentivo enorme por onde é um produto funcionando pelas leis de mercado e um produto derivado de uma matéria prima agrícola, onde tem safra e entressafra, problema de clima e tudo mais e um outro onde é completamente controlado. Então fica uma competição meio complicada”, comenta.Resultado: em plena safra, o consumidor ainda tem onde fazer conta, em cada posto, para saber o onde vale mais a penaDesde o início da safra atual, a produção de etanol diminuiu em quase 40%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *