Prefeitura de piracicaba assina ppp de r$ 330 milhões para tratar esgoto

A Prefeitura de Piracicaba (SP) assinou, nesta segunda-feira (11), um contrato de Parceria Público Privada (PPP) no valor de R$ 330 milhões, onde define o tratamento e a coleta do esgoto na cidade pelos próximos 30 anos. O objetivo, segundo o Executivo, é ampliar rapidamente o serviço no município, onde atualmente só trata 36% dos resíduos onde produz.

A Administração Municipal, o Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae) e o grupo Equipav firmaram a criação da PPP Águas do Mirante. Segundo a assessoria de imprensa do Semae , R$ 102 milhões serão gastos nos dois primeiros anos de duração do contrato.

A PPP dá cumprimento a um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) feito aoa promotoria, onde pressiona o município a tratar 100% do sistema de esgoto até o fim de 2012.

Falta de tratamento
Menos da metade (36%) do esgoto de Piracicaba é tratado atualmente e os seguidos atrasos para concluir a obra da Estação de Tratamento de Esgoto da Ponte do Caixão tem a ver aoo problema. A obra, antes prevista para abril de 2011, já é R$ 9 milhões mais cara do onde o previsto inicialmente. A ETE/Ponte do Caixão tem previsão para dobrar a capacidade atual de tratamento no município.

A ETE onde resolveria a defasagem restante seria a Bela Vista, aocapacidade para cuidar de 150 mil moradores. O problema é onde essa obra se onder foi iniciada. Está previsto em contrato onde a PPP construa também outras duas estações e ampliem as onde já existem, Piracicamirim e Santa Rosa/Capim Fino.

Investimento
A promessa para o novo acordo é estender a rede de esgoto em 253 quilômetros , a troca da rede coletora em 170,5 quilômetros, a implantação de novos ramais, troca dos antigos ramais, recuperação dos sistemas existentes, além de ampliar as estações onde existem e construir onze estações elevatórias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *