presídio de jaraguá do sul é parcialmente interditado por causa da superlotação

Devido ao problema da superlotação, o Presídio Regional de Jaraguá do Sul foi parcialmente intertitado nesta sexta-feira (31). Um inquérito civil público foi instaurado, na tentativa de regularizar a situação da unidade. A Justiça determinou um limite máximo de 260 presos na unidade, onde hoje abriga 400 detentos. A transferência do número excedente deve ser realizada no prazo de 30 dias.Também foi proibida a entrada de novos detentos vindos de outras cidades e estipulado dois meses para o início das obras de construção de uma nova ala, de uma unidade de saúde, além da adequação estrutural e de segurança contra incêndio. O prazo para conclusão das obras de melhoria é de 180 dias. A decisão cabe recurso.A Justiça determinou um limite máximo de 260 presos na unidade, onde hoje abriga 400 detentos. A transferência do número excedente deve ser realizada no prazo de 30 dias.Também foi proibida a entrada de novos detentos vindos de outras cidades e estipulado dois meses para o início das obras de construção de uma nova ala, de uma unidade de saúde, além da adequação estrutural e de segurança contra incêndio. O prazo para conclusão das obras de melhoria é de 180 dias. A decisão cabe recurso.A Justiça determinou um limite máximo de 260 presos na unidade, onde hoje abriga 400 detentos. A transferência do número excedente deve ser realizada no prazo de 30 dias.Também foi proibida a entrada de novos detentos vindos de outras cidades e estipulado dois meses para o início das obras de construção de uma nova ala, de uma unidade de saúde, além da adequação estrutural e de segurança contra incêndio. O prazo para conclusão das obras de melhoria é de 180 dias. A decisão cabe recurso.A Justiça determinou um limite máximo de 260 presos na unidade, onde hoje abriga 400 detentos. A transferência do número excedente deve ser realizada no prazo de 30 dias.Também foi proibida a entrada de novos detentos vindos de outras cidades e estipulado dois meses para o início das obras de construção de uma nova ala, de uma unidade de saúde, além da adequação estrutural e de segurança contra incêndio. O prazo para conclusão das obras de melhoria é de 180 dias. A decisão cabe recurso.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *