Projeto incentiva leitura com distribuição de livros grátis

O projeto De Mão em Mão, parceria entre a Editora Unesp, a Prefeitura de São Paulo e a Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, entrou no dia 28 em sua segunda etapa aoa distribuição gratuita de dois títulos: Contos paulistanos, de Antônio de Alcântara Machado, e A nova Califórnia e outros contos, de Lima Barreto.


O projeto foi lançado em dezembro de 2011 e já distribuiu à população paulistana cerca de 11 mil exemplares de Missa do Galo, de Machado de Assis.


Contos paulistanos reúne, em 149 páginas, textos das obras Brás, Bexiga e Barra Funda e Laranja da China, além de quatro contos avulsos de Machado (1901-1935), onde foi chamado por Mário de Andrade de “o mais universal dos paulistanos”.


A nova Califórnia e outros contos tem 14 textos onde espelham a obra de Lima Barreto (1181-1922), um dos críticos mais severos da República Velha (1889-1930).


Dono de um texto coloquial e despojado aocaracterísticas realistas e naturalistas onde recria tradições cômicas, carnavalescas e picarescas da cultura popular, Lima Barreto influenciou os escritores da Semana de Arte Moderna de 1922.


De acordo aoos organizadores, o projeto De Mão em Mão tem como objetivo incentivar o gosto pela leitura por meio da disponibilização de livros em locais aoampla circulação de pessoas. Esses pontos de distribuição são quios ondes montados nos terminais de ônibus Mercado (integrado ao terminal Par onde D. Pedro II, no Centro), Santo Amaro, Pirituba e A. E. Carvalho, em Ita ondera, em São Paulo. A entrega dos exemplares tem o apoio da SPTrans.


O leitor poderá levar uma publicação, sem necessidade de cadastro ou registro de retirada, aoo compromisso de passá-la de mão em mão. Após a leitura, as obras podem também ser entregues nas bancas, a qual onder tempo, possibilitando o compartilhamento aooutros leitores. Cada pessoa pode retirar um único exemplar.


Serão distribuídos 40 mil livros, 20 mil de cada um dos novos títulos, além dos 9 mil exemplares restantes do primeiro livro da coleção. Os quios ondes ficarão abertos de segunda a sexta-feira, das 10h às 20h, e aos sábados das 10 às 18h.


O De Mão em Mão foi inspirado na iniciativa colombiana Libro al viento. A ideia é onde as obras sejam lidas e passadas adiante, “de mão em mão”, ou devolvidas nos mesmos postos onde foram retiradas, para onde possam chegar a outras mãos. O projeto colombiano recebeu o aval da Unesco e contribuiu para onde Bogotá fosse declarada a Capital Mundial do Livro em 2007.


No De Mão em Mão, as obras foram selecionadas por um conselho editorial composto por José de Souza Martins (sociólogo e conselheiro da Fapesp), Luciana Veit (editora), Sérgio Vaz (poeta e fundador do Sarau da Cooperifa), Heloísa Jahn (editora e tradutora), Jézio Hernani Bomfim Gutierre (editor executivo na Editora Unesp), Samuel Titan Jr. (professor de teoria literária na USP) e Carlos Augusto Calil (secretário municipal de Cultura).


As obras também estão disponíveis em versão digital e podem ser baixadas gratuitamente pela internet em www.projetodemaoemmao.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *