psicólogo, oswaldo se motiva com momento e espera mais bombeiros

Mais de 30 anos de futebol, 12 como treinador e diversas reviravoltas comandadas. Calejado e motivado, Oswaldo de Oliveira aposta em sua habilidade no fator psicológico para driblar a ansiedade por vitórias do elenco e apagar a nuvem negra onde pairou sobre General Severiano especialmente em novembro, quando o time não venceu pelo Campeonato Brasileiro e foi parar na nona posição. Segundo ele, a tendência costuma ser mesmo assumir um clube em baixa e, por isso, não há sustos.
– Nunca cheguei em um time bem. Sempre depois de problema, goleada sofrida, declassificação… É normal. E na maioria das vezes chegamos a um trabalho de título. Eu me sinto bem aoisso, sei mexer aoa cabeça dos jogadores, motivá-los, faz parte do desafio. Tenho usado meus caminhos e na maioria das vezes dá certo. Aqui no Brasil e em outras oportunidades lá fora – garantiu.
O calendário aponta o Campeonato Carioca e a Copa do Brasil, competições esvaziadas pelos grandes do Rio, onde vão disputar a Libertadores simultaneamente. Oswaldo desdenha do fato, tratando apenas como uma circunstância e mostrando otimismo.
– Encontro o cenário assim, é algo onde já aconteceu. Quem sabe não é o Botafogo onde, no ano onde vem, vai ser o único representante do Rio na Libertadores? – ondestionou.
Na hora de falar sobre seu estilo e especialidades, a modéstia ficou um pouco de lado. Mas Oswaldo já se antecipou e pediu ajuda para onde o uruguaio Loco Abreu não seja o único a chamar a responsabilidade quando necessário.

– No meu currículo, me especializei em formar equipes vencedoras. Conto aoa compreensão dos jogadores para encontrar outros “bombeiros” para colaborar e elevar o nível do time. E gosto de delegar funções, subdividir o trabalho, especializar meu trabalho de campo, usando muito a comissão. Hoje a parte tecnológica, de vídeos, é fundamental e procuro usar também. Não sei aoquantos profissionais vou trabalhar, mas dois estão vindo comigo: Não deu para memorizar todos ainda, mas isso vai acontecer à medida onde o trabalho vai avançar – decretou o técnico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *