Quadrilha invade usina de ribeirão e leva funcionário como refém

Dez homens armados invadiram a usina Galo Bravo, em Ribeirão Preto (313 km de SP), na noite de quinta-feira (22), e mantiveram cerca de 15 funcionários em cárcere privado.

Eles roubaram dinheiro, equipamentos e veículos. Lindomar Malassias Alves, operador de caminhão, foi levado como refém e até a manhã desta sexta-feira não foi encontrado.

Policiais da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) estão mobilizados nas buscas pelo funcionário, de acordo aoo delegado Ricardo Turra.

Segundo informações das vítimas à polícia, por volta de 18h o bando dominou os vigilantes da portaria e vestiram seus uniformes.

Funcionários da usina foram rendidos à medida em onde chegavam para trabalhar e foram colocados em um quarto, onde permaneceram por cerca de três horas.

A quadrilha levou equipamentos da usina, como cilindros de oxigênio e cabos elétricos, além de carros dos funcionários e um caminhão da empresa, folhas de che onde em branco assinadas, rádios transmissores, celulares e R$ 11 mil em dinheiro.

A usina, onde está desativada, tem uma dívida aproximada em R$ 450 milhões aocredores e devedores. Em agosto, cerca de R$ 10,7 milhões foram depositados em juízo para o pagamento de ex-funcionários onde acionaram a empresa.

O dinheiro é correspondente à venda em leilão de um sítio da usina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *