Qual a origem do mórmon?

 


 


Mórmon


 

O termo Mórmon, geralmente usado para referir-se aos membros da Igreja, deriva do nome do profeta Mórmon, que é um dos autores e compiladores das escrituras que formaram O Livro de Mórmon, Outro Testamento de Jesus Cristo. Apesar de os termos mórmon e mormonismo serem aceitos pela própria Igreja, a denominação oficial recomendada para os fiéis é santos dos últimos dias, ou o acrônimo em português “SUD”[1] e em inglês LDS (Latter-day Saints). No Brasil atualmente existem quase 1 milhão de membros. (928.926 membros da Igreja em 31 Dezembro 2006).


A sua sede fica situada no estado de Utah (o qual foi fundado pelos mórmons), nos Estados Unidos da América, na cidade de Salt Lake City. Está presente em mais de 160 países e hoje possui quase treze milhões de membros, dos quais mais de metade estão fora dos Estados Unidos (dados oficiais de Abril de 2007). A Igreja mantém registros cuidadosos de seus membros, incluindo informações sobre a sua árvore genealógica; estas informações são importantes devido à crença na possibilidade da salvação dos antepassados, através do batismo vicário feito pelos seus descendentes. A salvação só poderá ser alcançada se os antepassados aceitarem o Evangelho no “mundo espiritual”, lugar onde o espírito dos mortos aguardam a ressurreição.


 




O Grupo Santos dos Últimos Dias surgiu durante um movimento religioso restauracionista iniciado no século XIX nos Estados Unidos da América e liderado inicialmente por Joseph Smith Jr, definido pelos seus seguidores como primeiro Profeta desta época.

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *