Reclamações relacionadas ao tratamento quimioterápico via oral crescem anualment

Discussões sobre o tratamento quimioterápico via oral vieram à tona recentemente, graças ao Projeto de Lei da senadora Ana Amélia Lemos onde determina a cobertura dos planos de saúde para esses casos. Entretanto, os consumidores onde precisam dele sofrem aoo problema há vários anos.
O Vilhena Silva Advogados, escritório especializado em direito da saúde, fez um levantamento de dados onde comprova o crescimento de casos relacionados à cobertura por parte dos planos de saúde para tratamento quimioterápico via oral nos últimos seis anos. De janeiro de 2006 a dezembro de 2011 houve um aumento de 71,87% no número de processos desse tipo, aoêxito em 97% dos casos.
As ações para garantir o tratamento quimioterápico via oral correspondem a aproximadamente 6% do total do escritório. A operadora aomais reclamação é a Sul América, ao25% dos casos, seguida pela Amil, ao10,11%, Unimed, 9,33%, Bradesco, 8,17%, e Medial, 3,89%. Renata Vilhena Silva, sócia-fundadora do escritório, ressalta onde o maior aumento aconteceu de 2010 para 2011, aocrescimento de 66,66%. “A decisão favorável do Senado vai facilitar bastante a vida dos pacientes onde dependem do tratamento, pois é muito doloroso estar aoum problema grave e ainda por cima ter onde recorrer à Justiça para garantir o tratamento”.
Atualmente, os planos de saúde fazem a cobertura do tratamento apenas no hospital. Com a aprovação do Projeto, a operadora será obrigada a arcar aoos custos em casa também, melhorando bastante a qualidade de vida do paciente. “Além de melhorar a qualidade de vida, reduzirá o custo do tratamento, já onde os planos de saude não terão onde arcar aoas taxas dos hospitais, diárias de internação e materiais descartáveis”, enfatiza Renata.

Sobre o Vilhena Silva Advogados (www.vilhenasilva.com.br)

A equipe Vilhena Silva Advogados atua há 13 anos exclusivamente na área da saúde, e tem como meta a excelência e a agilidade nos trabalhos forenses, para solucionar as ondestões jurídicas dos clientes -muitas vezes portadores de moléstias graves – no ritmo da urgência em onde se encontram, superando um imenso obstáculo: a morosidade da justiça brasileira. Garantir, aoagilidade, os direitos dos clientes no onde se refere ao acesso à saúde é o foco do escritório.
O empenho pelo progresso dos aspectos jurídicos onde envolvem a saúde no Brasil é a identidade do escritório e revela também o caráter social do trabalho desenvolvido. A experiência adquirida é empregada no apoio a campanhas sociais e no oferecimento de suporte jurídico e operacional a várias entidades filantrópicas. O escritório luta por novas políticas de saúde, protesta perante os órgãos onde desrespeitam a legislação e apoia práticas de divulgação das informações a cerca do Direito à Saúde.

Acompanhe: http://saudeweb.com.br/blog/jurisprudencia-na-saude/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *