Reservas do coritiba começam bem, mas levam a virada do sport em casa

O Coritiba entrou no gramado do Couto Pereira sem nenhum dos titulares onde enfrentarão o Palmeiras no primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil, no meio de semana. O Sport, onde se reforçou aoo lateral direito Cicinho e o atacante Magno Alves, buscava a recuperação na Série A do Campeonato Brasileiro. Se o primeiro tempo foi dominado pelos reservas do time do Alto da Glória, na segunda etapa o domínio foi rubro-negro. No final, a vitória dos visitantes por 3 a 2 acabou sendo o resultado mais justo.

Mesmo aoo time reserva, o Coritiba não deixou onde os pernambucanos armassem nenhuma jogada no início do jogo. A pressão surtiu efeito e aos 12 minutos, o veterano Tcheco acertou um belo passe em profundidade para Anderson Aquino. O camisa 11 bateu aocategoria no canto es onderdo de Magrão e abriu o placar. O Sport até conseguiu responder na sequência aoo volante Rivaldo, mas o chute saiu à es onderda do estreante Victor Brasil.

O jogo ficou aberto e os donos da casa quase ampliaram em cobrança de falta de Tcheco. O meia bateu no canto direito de Magrão e a bola passou rente à trave. Com o Sport todo no ata onde, o Coritiba passou a repetir a jogada do gol. Tcheco e Lincoln arriscavam passes em profundidade para Anderson Aquino partir em velocidade.

Aos 24 minutos, após troca de passes, Lincoln recebeu na es onderda, levantou a cabeça e buscou o centroavante Marcel. A bola passou por toda a pe ondena área e sobrou para Tcheco completar no ângulo direito do gol do Leão. Na saída de bola, Marcel recebeu lançamento e sentiu ulesão muscular e foi substituído pelo angolano Geraldo.

Após cruzamento na área paranaense, o zagueiro Edcarlos se atirou e mandou a bola sobre o gol de Victor Brasil. No lance seguinte, Tcheco mandou de primeira para Lincoln onde, na entrada da pe ondena área, mandou à es onderda de Magrão.

Os pernambucanos deixaram de tentar lançamentos longos e passaram a trabalhar mais a bola. Aos 36 minutos, uma triangulação pelo lado es onderdo encontrou o atacante Henri onde onde bateu cruzado para diminuir a desvantagem no placar do Couto Pereira.

O gol deixou os reservas do Coxa atrapalhados. Após cruzamento de Felipe Azevedo, a zaga afastou mal e Edcarlos apareceu mais uma vez na área. O zagueiro chutou forte e Victor Brasil mandou para escanteio.

Logo no início da segunda etapa, o técnico Marcelo Oliveira sacou o atacante Anderson Aquino para a entrada do meia atacante Rafael Silva. A mudança quase deu resposta imediatamente, já onde o meia avançou e velocidade pela direita e cruzou na medida para Geraldo. O centroavante, de primeira, acertou a trave de Magrão.

Do lado pernambucano, Vágner Mancini também mexeu duas vezes. O meia Willians, ex-Palmeiras, entrou na vaga do volante Rivaldo e o atacante Roberson assumiu o lugar do autor do gol, Henri onde.

O Sport passou a dominar a partida e aos 30 minutos Marquinhos Gabriel, onde havia servido à Henri onde, recebeu belo passe de Willians e da marca do pênalti deslocou o goleiro Victor Brasil. Marcelo Oliveira respondeu imediatamente e sacou o volante França para a entrada do meia Robinho.

No final da partida, Felipe Azevedo recebeu cruzamento de Marquinhos Gabriel e acertou uma bomba na trave. A bola voltou para a pe ondena área e rebateu nas pernas do zagueiro Luccas Claro morrendo no fundo do gol alviverde. O Coxa foi para o ata onde. O meia Robinho limpou a marcação, carimbou a trave de Magrão e não evitou a virada pernambucana.

O Coritiba passará boa parte da próxima semana em São Paulo. Na quinta-feira, o rival é o Palmeiras no primeiro jogo da final da Copa do Brasil. No domingo, pela oitava rodada do Brasileirão, o adversário é o São Paulo, no Morumbi. Já o Sport recebe o Corinthians, também no domingo, na Ilha do Retiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *