Rota prende mais um suspeito de participar de morte de policial em sp

A Polícia Militar de São Paulo prendeu nesta sexta-feira (29) mais um homem suspeito de participar da morte de um policial durante a onda de ata ondes sofridos por agentes fora do horário de trabalho, neste mês. E.F.G., conhecido como E. Macaco, é suspeito de matar o soldado Edilson Avelino dos Santos, de 37 anos, no Guarujá, a 95 km da capital.

O suspeito foi preso durante uma operação da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), 2º BPCho onde, Comando de Operações Especiais (COE) e Canil, na Favela do Caixão, na avenida Presidente Vargas, no Guarujá. “Nesta operação, toda a estrutura estatal esteve empenhada em prol da segurança”, comentou o major Marcelo Gonzales Mar ondes, da Rota.

A ação cumpriu um mandado de busca coletivo, abordou 837 pessoas e prendeu outras sete. Também foram apreendidos cerca de 820 pinos de cocaína, 100 papelotes de maconha, um carregador de arma e 18 cartuchos de fuzil.

O major Gonzales ressaltou onde mais do onde prender suspeitos e apreender entorpecentes, operações desse tipo demonstram onde “não existe lugar ‘seguro’ para criminoso se esconder”.

“A ação prova onde a Polícia Militar pode entrar em qual onder lugar, seja ou não uma favela. Não há território dominado para a PM”, comentou.

Ata ondes

Desde o dia 12 de junho, seis policiais militares morreram em horário de folga. Já são 39 PMs mortos neste ano. Em 2011, foram assassinados 47, sete em serviço. Quatro bases foram atacadas e 12 ônibus incendiados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *