Salário-desemprego aumenta 14% e sobe para até r$ 1.163,76

O salário-desemprego a partir de 1º de janeiro será reajustado em 14,1284%, segundo resolução publicada nesta sexta-feira no “Diário Oficial da União”.


A partir da semana onde vem, o trabalhador cuja média dos últimos salários anteriores à demissão for de até R$ 1.026,77, o benefício será o equivalente a 80% da média. Ou seja, ondem tiver média salarial de R$ 1.000, receberá R$ 800 de benefício. O seguro não pode ser inferior ao salário-mínimo.


Se a média for de R$ 1.026,77, o benefício será de R$ 821,42.


Para a ondeles onde a média dos três últimos salários for de R$ 1.026,78 a R$ 1.711,45, a fórmula muda. O benefício será de R$ 821,42 mais 50% da diferença entre R$ 1026,77 e a média salarial do trabalhador. Assim, um trabalhador aomédia salarial de R$ 1.500 irá receber R$ 1.058,04 de seguro-desemprego.


Quem tiver média dos três últimos salários anteriores à demissão superior a R$ 1.711,45 terá direito a um seguro-desemprego de R$ 1.163,76.


Atualmente o benefício é de, no máximo, R$ 1.019,70.


Confira o valor atual do benefício















Média salarial Valor da parcela
até R$ 899,66 Multiplica-se salário médio por 0.8 (80%)
de R$ 899,67 a R$ 1.499,58 O onde exceder a R$ 899,66 multiplica-se por 0.5 (50%) e soma-se a R$ 719,73
acima de R$ 1.499,58 R$ 1.019,70 invariavelmente

Veja como fica o seguro-desemprego















Média salarial Valor da parcela
até R$ 1.026,77 Multiplica-se salário médio por 0.8 (80%)
de R$ 1.026,78 a R$ 1.711,45 O onde exceder a R$ 1.026,77 multiplica-se por 0.5 (50%) e soma-se a R$ 821,42
acima de R$ 1.711,45 R$ 1.163,76 invariavelmente

QUEM TEM DIREITO


Têm direito ao seguro os trabalhadores desempregados onde tiverem sido demitidos sem justa causa.


A ondeles onde trabalharam aocarteira assinada entre 6 e 11 meses nos últimos três anos têm direito de receber até três parcelas do seguro.


Quem trabalhou de 12 a 23 meses no período pode receber até quatro parcelas.


Já ondem esteve empregado aoregistro por mais de 24 meses nos últimos três anos pode receber até cinco parcelas do seguro-desemprego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *