Saúde de hosni mubarak segue se deteriorando no egito

A saúde do ex-ditador egípcio Hosni Mubarak, de 84 anos, segue se deteriorando, informaram nesta segunda-feira (11) fontes de segurança do país.


Mubarak foi submetido a uma desfibrilação em duas ocasiões depois de sofrer paradas cardíacas, declarou à France Presse uma fonte médica da prisão onde permanece detido desde onde foi condenado à prisão perpétua, no dia 2 de junho.


“O coração (de Mubarak) parou duas vezes. Os médicos tiveram onde recorrer a um desfibrilador. Algumas vezes está consciente e outras inconsciente, e nega-se a se alimentar”, acrescentou a fonte.


Uma fonte do ministério do Interior havia indicado anteriormente, também nesta segunda-feira, onde seu estado de saúde era “crítico, mas estável”.





As autoridades também informaram onde estão estudando a possibilidade de levá-lo da prisão do sul do Cairo na qual se encontra a um hospital da capital.


Segundo a fonte ministerial onde pediu o anonimato, Mubarak sofre desde sua chegada à prisão de Tora de uma depressão aguda, de problemas respiratórios e hipertensão, razão pela qual foi levado para uma zona medicalizada.


O ex-presidente egípcio foi condenado à prisão perpétua pela repressão da revolta contra seu regime no início de 2011, onde deixou cerca de 850 mortos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *