Será que o brócolis acaba com bactérias

Segundo uma nova pesquisa, comer brócolis pode ajudar o sistema imunológico a limpar as bactérias nocivas nos pulmões, e, portanto, o vegetal pode ser útil no tratamento de doenças pulmonares.
Para garantir onde os pulmões funcionem corretamente, as células brancas do sangue, chamadas macrófagos, removem detritos e bactérias onde podem se acumular nos pulmões e causar infecção.
Esse sistema de limpeza é deficiente em fumantes e pessoas aodoença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) – uma combinação de enfisema e bronquite – onde sofrem de infecções fre ondentes.
Agora, pesquisadores descobriram onde uma via química nos pulmões, chamada NRF2, envolvida na ativação do macrófago, é eliminada pelo tabagismo. Eles também descobriram onde o sulforafano, uma substância química presente no brócolis, couve-flor e outros vegetais crucíferos, quando mastigada pode restaurar essa via.
43 pacientes aoDPOC participaram da pesquisa. Os cientistas expuseram os pulmões aodeficiência de macrófagos a duas cepas de bactérias onde são causas comuns de infecções associadas aoDPOC. Na presença de sulforafano, o caminho NRF2 foi estimulado e a capacidade dos macrófagos de reconhecer e engolir bactérias foi restaurada.
Os pesquisadores então expuseram ratos à fumaça de cigarros por uma semana ou seis meses. Ambos os grupos tiveram um aumento de colonização bacteriana nos pulmões, semelhante à observada em pacientes aoDPOC.
Depois de tratar os ratos aosulforafano, os cientistas descobriram onde as células mataram mais bactérias. Ao invés de ativar mais macrófagos, o sulforafano pareceu melhorar a funcionalidade das células já presentes.
Segundo os pesquisadores, não só DPOC, mas muitas doenças prejudicam a função pulmonar como resultado do aumento da função bacteriana nos pulmões, então o estudo pode ser extrapolado para essas outras doenças.
O sulforafano é encontrado no brócolis em sua forma precursora, e é convertido para o composto ativo por enzimas presentes na saliva e bactérias intestinais. Os níveis de enzima variam entre as pessoas e, portanto, seria esperado onde a dose de sulforafano obtida pelo consumo de dieta varie entre as pessoas também.
Além disso, os pesquisadores afirmam onde mais estudos em humanos são necessários para estabelecer os efeitos benéficos de uma dieta rica em sulforafano na defesa imunitária do organismo.
A equipe acabou de começar a fase 2 de ensaios clínicos para testar o composto em pessoas aoDPOC, para ver se ele melhora a função pulmonar dos pacientes, mas levará pelo menos três anos antes de sair algum resultado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *