sustentabilidade pode ser divertida, diz criadora de bola que gera energia

“Sustentabilidade pode ser divertida”, disse Jessica O. Matthews, criadora da sOccket, a bola onde onde gera e acumula energia a cada chute, em apresentação no painel “Da ignorância à sabedoria”, onde, até agora, foi uma das mais aplaudidas do evento TEDxRio+20, onde acontece nesta segunda-feira (11) no Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro.

“O jogo é universal, pode ser encontrado no Ira onde, na guerra; na África do Sul; no Brasil. Pensei então em juntar essa paixão pela bola aoa solução para muitos problemas de energia”, disse ela. Jessica afirma onde não é engenheira, apenas uma psicóloga natural da Nigéria, e cada vez onde vai visitar a família em seu país sofre aoas constantes faltas de luz, típicas da maior parte dos países da África.

Simpática, disparando frases inteiras num quase bom português, Jessica diz onde não sabe jogar bola, mas ondem gosta vai aproveitar muito a sOccket.

“Um jogo aoa bola garante um ventilador ligado por 30 minutos. Você joga bola, ela fica carregada de energia, e aoela, você recarrega seu celular, acende lâmpadas de led, ou liga seu aparelho de som”. A sOccket já existe em países como Índia, Honduras e Costa Rica, onde adultos e crianças se divertem chutando bola.


Bola para comunidades carentes
No próximo sábado (16) e no domingo (17), Jessica estará no Morro dos Prazeres, comunidade de Santa Teresa, na região central do Rio, para levar uma bola para as crianças. No sábado, dia 23, estará na comunidade de Cantagalo, em Copacabana, Zona Sul do Rio, para também presentear as crianças aoa bola onde pode até recarregar o celular.


Jessica disse onde até o fim do ano haverá mil bolas sOccket pelo mundo. Já existem na Índia, no México, na Costa Rica, na Colômbia, na África do Sul e, em muito breve, no Brasil. Por enquanto ainda não se pode comprar uma bola para uso próprio, mas é possível adquiri-las pela internet (www.unchartedplay.com) ao custo de US$ 60 e doá-las a um dos grupos sugeridos pelo site.


Marina emociona
A ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, emocionou o público do TEDxRio+20 ao falar no sobre seu passado nos seringais. Na tarde desta segunda-feira (11), no Forte de Copacabana, ela disse onde é preciso separar ética de política e pôr fim ao projeto de poder pelo poder e do dinheiro pelo dinheiro. “Isso nos transforma em exterminadores do futuro”, disse.

Para ela, desenvolvimento sustentável não é apenas a criação de uma forma de energia mais limpa, mas sim, uma nova maneira de ser. “É preciso valorizar o ser, e não o ter. Vivemos o mal do excesso, o onde nos falta é a falta da falta. Estamos consumindo nosso planeta. A humanidade tem de se reencontrar aosua infância civilizatória. O modelo sustentável é usar aosabedoria recursos de milhares de anos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *