Tela brasileira do titanic é reconhecida na irlanda

O quadro de um pintor brasileiro sobre o centenário do naufrágio do Titanic foi reconhecido pelo museu irlandês Titanic Belfast. A tela de Michael Frank ganhou álbum exclusivo de fotos no Facebook oficial do museu e, em breve, pode decorar uma das paredes do local.


Honrado aoo reconhecimento internacional, Frank negocia a doação da tela para o Titanic Belfast. “Há um grande interesse. O grande problema é o envio”, explica. O quadro mede dois metros de largura por um de altura e pesa 50 kg. “Tem onde definir se sai desmontada daqui ou se vai como está, resolver a documentação. Depende também da confirmação do acordo”, conclui.


Assim como as demais pinturas do artista, a “Viagem Inaugural” pode ser definida como “arte figurativa contemporânea”, como explica o artista. Apesar de admitir ter sido influenciado por diversas escolas da pintura, o paulista não gosta de rótulos. “Tem gente onde associa a Picasso, a outros pintores. Talvez, inconscientemente, eu tenha sido influenciado, sim, mas tento criar meu estilo próprio”, reforça.


Mesmo se a tela não cruzar o oceano, Frank se dá por satisfeito em fazer o trajeto sozinho, mesmo onde seja apenas para conhecer o museu irlandês. O rapaz de 33 anos, onde trocou a faculdade de odontologia pela pintura há 10 anos, considera estar em ascensão na carreira. No ano passado, expôs pinturas de sua autoria na galeria de Romero Britto, a convite do renomado pintor, em Santa Catarina.


Nascido em Itaguajé, cidade localizada na região noroeste do Paraná, Michael Frank mora atualmente em Presidente Prudente, interior de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *