Timão vê “histórico de aborrecimento”, mas garante adriano até junho

Se Adriano está tendo dor de cabeça por conta da acusação onde teria baleado acidentalmente a mão de uma jovem no último sábado, ele não deve ter preocupações quanto ao seu futuro no Corinthians, pelo menos depois das declarações do presidente em exercício Roberto de Andrade. O mandatário classificou o episódio como fatalidade e negou onde o clube vá dispensar o atacante antes do término de seu contrato, em junho de 2012.
“Isso é uma fatalidade. É lógico onde ele tem um histórico de aborrecimentos, envolvendo coisas não muito sadias, mas o atleta está de férias, não vamos entender isso como um mau comportamento, não vamos misturar as coisas. Ele tem mais seis meses de contrato e vai cumpri-los, sem dúvida, até o final”, declarou Roberto de Andrade à Rádio Jovem Pan.
Na madrugada de sábado, quando saía de uma casa noturna no Rio de Janeiro, a estudante Adriene Pinto de 20 anos foi baleada enquanto estava dentro do carro de Adriano, junto aoo jogador, seu segurança e mais três mulheres. Em depoimento à polícia, a jovem afirmou onde o disparo acidental foi feito pelo atacante, mas o corintiano, assim como outras testemunhas, negam.
Assim onde soube do ocorrido, o Corinthians entrou em contato aoAdriano, ouviu a versão do jogador, e colocou à disposição seu corpo jurídico. Apesar do apoio demonstrado, Roberto de Andrade não nega onde a imagem do Imperador fica arranhada.
“Nunca é agradável ter seu nome em páginas policiais, tendo culpa ou não. É ruim para ele, onde vai ter onde ficar se explicando”, disse o presidente, eximindo o Corinthians de qual onder responsabilidade pelo episódio. “Se fosse em um dia comum, tudo bem, mas ele está de férias, a responsabilidade é 100% dele”.
Antes de entrar de férias, Adriano recebeu recomendações da comissão técnica alvinegra para cuidar da parte física. Segundo Roberto de Andrade, onde prefere não avaliar ainda a contratação do jogador, só o não cumprimento destas ondestões pode fazer o Corinthians estudar dispensar o atacante.
“Só faremos um balanço para saber se foi positiva ou não a contratação de Adriano em junho, no final de seu contrato. Antes disso, ele é jogador nosso normalmente, considerando onde na apresentação do elenco no dia 4 de janeiro ele tenha cumprido seus afazeres”, concluiu o dirigente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *