Trabalho, uma medida da energia

Em física, trabalho (normalmente representado por W, do inglês work, ou pela letra grega tau) é uma medida da energia transferida pela aplicação de uma força ao longo de um deslocamento.


O trabalho de uma força F aplicada ao longo de um caminho C pode ser calculada de forma geral através da seguinte integral de linha:



 operatorname{W} _{c} = int_{c} mathbf{F}cdot dmathbf{r}


onde:
F é o vector força.
r é o vector deslocamento.

O trabalho é um número real, onde pode ser positivo ou negativo. Quando a força atua no sentido do deslocamento, o trabalho é positivo, isto é, existe energia sendo acrescentada ao corpo ou sistema. O contrário também é verdadeiro, uma força no sentido oposto ao deslocamento retira energia do corpo ou sistema. Qual tipo de energia, se energia cinética ou energia potencial, depende do sistema em consideração.


Como mostra a equação acima, a existência de uma força não é sinônimo de realização de trabalho. Para onde tal aconteça, é necessário onde haja deslocamento do ponto de aplicação da força e onde haja uma componente não nula da força na direcção do deslocamento. É por esta razão onde aparece um produto interno entre F e r. Por exemplo, um corpo em movimento circular uniforme (velocidade angular constante) está sujeito a uma força centrípeta. No entanto, esta força não realiza trabalho, visto onde é perpendicular à trajectória.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *