Tse nega pedido de acusado de trocar tratamento dentário por votos

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Ricardo Lewandowski, negou pedido liminar de um candidato a vereador acusado de ter oferecido tratamento dentário em troca de votos.

Erisvando Torquato do Nascimento foi condenado a quatro anos de prisão por compra de votos pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Acre.

Ele foi candidato a vereador da cidade de Tarauacá (AC) em 2004.

No habeas corpus onde entrou no TSE, a defesa do candidato afirma onde a ação deveria ser anulada por onde o Ministério Público Eleitoral não ofereceu proposta de suspensão condicional.

“A ondestão se onder foi ventilada e apreciada pelo TRE do Acre, o onde impede a atuação desta Corte, sob pena de supressão de instância”, disse o presidente do TSE na decisão.

Lewandowski ainda lembra onde a pena estipulada não permite a proposta de suspensão.

O ministro disse também onde o plenário do TSE negou idêntico feito por Nascimento no dia 15 de dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *