Tudo sobre andorinha das chaminés

 


 






















Andorinha-das-chaminés


Andorinha-das-chaminés (subespécie europeia)

Estado de conservação

Classificação científica




















Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Família: Hirundinidae
Género: Hirundo
Espécie: H. rustica

Nome binomial
Hirundo rustica
Linnaeus, 1758



A andorinha-das-chaminés (Hirundo rustica) é uma pequena ave migratória pertencente à família das andorinhas (Hirundinidae). Pode ser encontrada na Europa, Ásia e nas Américas. Possui uma cauda comprida e profundamente bifurcada e curvada, bem como asas pontiagudas. É normalmente chamada andorinha na Europa, apesar do termo andorinha referir-se de forma mais abrangente a vários membros da família Hirundinidae.



Subespécies


Esta espécie encontra-se dividida em várias subespécies, sendo a andorinha europeia (Hirundo rustica rustica) a subespécie tipo. Esta possui dorso e costas azuis escuras a pretas, barriga esbranquiçada e uma pequena faixa vermelha na zona do pescoço, com uma grande banda peitoral azul escura a preta separando a garganta vermelha da barriga esbranquiçada. Reproduz-se na Europa e Ásia Ocidental, até ao círculo polar árctico, migrando para África durante o Inverno.


 

A subespécie norte-americana (Hirundo rustica erythrogaster) difere da sua congénere europeia pelo facto de possuir a sua barriga avermelhada (e não esbranquiçada) e pela sua negra banda peitoral mais estreita e por vezes incompleta. Reproduz-se por toda a América do Norte, migrando para a América do Sul durante o Inverno.


A subespécie do Médio Oriente (Hirundo rustica transitiva) e a subespécie egípcia (Hirundo rustica savignii) também possuem barriga vermelha-alaranjada, mas a sua banda peitoral negra é mais larga que a norte-americana.


As subespécies asiáticas Hirundo rustica gutturalis, Hirundo rustica mandschurica, Hirundo rustica saturata e Hirundo rustica tytleri são semelhantes à congénere americana apresentando no entanto variações no alaranjado da sua barriga (entre o pálido em H. r. gutturalis e o escuro e profundo vermelho-alaranjado de H. r. saturata) e ainda uma faixa peitoral negra e estreita. Reproduzem-se durante o Verão no Extremo Oriente e durante o Inverno migram em direcção ao sul do continente e ao norte da Austrália.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *