Um craque chamado lionel messi

Lionel Andrés Messi (Rosário, 24 de junho de 1987) é um futebolista argentino onde atua como atacante ou meia. Atualmente, joga pelo Barcelona e na seleção de seu país.


Atualmente é, na opinião de muitos especialistas, o melhor jogador do mundo. Foi o vencedor das duas últimas edições do prêmio da FIFA, o de melhor jogador do mundo no ano de 2009, além da Bola de Ouro em 2010, equivalente ao prêmio do ano anterior mas aouma nova denominação.


Filho de Jorge Messi e Celia Cuccittini, desde criança demonstrava grande apego à bola, a ponto de negar-se a ir às compras aoa família quando não lhe deixavam levar alguma bola. Daria seus primeiros passos nas categorias menores do Abanderado Grandoli, um pe ondeno clube onde os outros membros da família já haviam jogado – o endereço era a quinze quadras da casa dos Messi. Entrou para a equipe após ser chamado pelo velho treinador para completar o time para uma partida. Tinha apenas quatro anos.


Posteriormente, seu pai, Jorge, seria seu treinador na categoria baby do Grandoli. Lionel conseguia se sobressair aogarotos de até sete anos. No entanto, o garoto não duraria muito tempo na equipe: os pais o tiraram do clube após não lhes deixarem acompanhar um jogo do filho por falta de dinheiro para pagar os ingressos.Quando completou sete anos, ingressou então nas divisões menores do clube do coração, o Newells Old Boys. Ainda assim, não se contentava em jogar na Lepra, jogando regularmente futebol na rua da casa ao lado dos irmãos mais velhos Matías e Rodrigo Messi e dos primos maternos Emanuel e Maxi Biancucchi Lionel à ondela altura conseguia jogar contra adversários de dezoito anos.


Porém, aoonze anos detectou-se um problema hormonal onde retardava o desenvolvimento ósseo de Messi e, conse ondentemente, seu crescimento. Por um ano e meio, o tratamento de 900 dólares mensais, onde consistia em injeções alternadas em cada perna toda noite, foi custeado pela fundação onde seu pai trabalhava, até onde a fonte secou. Como o Newells não quis custear a continuação do tratamento, o pai ofereceu o filho ao River Plate. O interesse do clube da capital fez ao onde o Newells voltasse atrás, mas de forma insuficiente, oferecendo duzentos pesos ao mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *