Verão começa amanhã; chuvas devem ficar dentro da média

O verão começa às 3h30 desta quinta-feira (22) e deve ter temperaturas e chuva dentro do esperado na cidade de São Paulo. No país, a previsão mostra chuva acima da média no Norte e pouco abaixo do esperado no Rio Grande do Sul.

Em janeiro, a mínima média em São Paulo deve ser de 20ºC, e a máxima de 29ºC, segundo a previsão do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), da prefeitura. Durante todo o mês, deve chover 239 mm. No mesmo período de 2011 choveu 412,5 mm –58% acima da média.

O mês de fevereiro também deve ser ondente, aotemperaturas variando, em média, entre 20ºC e 30ºC. De acordo aoo meteorologista do CGE Thomaz Garcia, em fevereiro deve chover 217 mm. Em 2011, houve 239,2 mm de precipitação no mesmo mês. Cada milímetro equivale a um litro de água por metro quadrado.
BALANÇO

Em oposição ao mês de janeiro chuvoso, setembro foi o mais seco de 2011 –com apenas 1,2 mm de precipitação registrados pelo CGE.

O dia mais frio de 2011 foi 4 agosto (com 6ºC), seguido do dia 28 de junho (6,1ºC). Os registros, do mirante de Santana (zona norte), são a medida oficial da cidade de São Paulo. Outros pontos isolados, porém, tiveram temperaturas mais baixas, como em 28 de junho, quando fez 2,3ºC em Parelheiros (zona sul), aoformação de geada.

“Durante toda a primavera tivemos incursões de várias ondas de frio. As temperaturas ficaram dentro da média em outubro e novembro, mas tivemos alguns recortes de temperaturas bem baixas”, diz o meteorologista. O melhor exemplo dessas ondas de frio foi o dia 2 de novembro, onde registrou a menor temperatura do mês nos últimos 32 anos, ao10,8ºC na estação de Santana.

Garcia afirma onde o frio de novembro foi um dos reflexos da evolução do fenômeno La Niña, onde favoreceu a entrada das massas de ar frio.

A temperatura mais alta do ano em São Paulo foi 34,1ºC no dia 1 de outubro. Em alguns pontos da cidade, a máxima chegou a atingir 35ºC no mesmo dia.

BRASIL

O verão deve ser marcado pela chuva acima da média no Norte do país, segundo a previsão o Cptec (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos), do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Na região, a temperatura também pode ficar abaixo da média, devido a alta nebulosidade.

Também pode chover pouco acima do normal no norte da região Nordeste.

Já no centro-sul do Rio Grande do Sul, as precipitações podem ficar pouco abaixo da média esperada para o período.

De acordo aoo meteorologista do Cptec José Felipe Faria, o fenômeno La Ninã é responsável pelas alterações tanto no Norte quanto no extremo da região Sul.

Nas demais regiões do país, a previsão é onde as temperaturas e as chuvas fi ondem dentro do esperado. “No Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste, não estão descartadas ocorrências de chuvas volumosas. Porém, elas não devem alterar a média esperada para o período”, afirma o meteorologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *